Eduardo Nicolau / Estadão
Eduardo Nicolau / Estadão

Ace Frehley toca clássicos do Kiss, em São Paulo

Em show que empolgou os fãs, guitarrista mostrou que está pronto para uma cogitada reunião com a banda

Alexandre Hisayasu, O Estado de S. Paulo

05 Março 2017 | 23h03

SÃO  PAULO - Dezoito anos depois da sua última apresentação no Brasil, ainda com a formação clássica do Kiss, Ace Frehley voltou para tirar todas as dúvidas dos fãs se ele estaria ou não em condições de voltar para a banda que o consagrou. Ele está pronto e em forma.

O Tom Brasil, na zona sul de São Paulo reuniu um público de várias faixas etárias. Na maioria, roqueiros na faixa dos 40 anos que conheceu o Kiss na adolescência acompanhados das esposas e até dos filhos pequenos.

Ace Frehley e sua banda subiram no palco para um show de quase duas horas. Rip it out, do primeiro disco solo ainda no Kiss, lançado em 1978, abriu a noite. Apesar das atenções voltadas para o "dono da banda", os demais músicos tiveram momentos "solo", com destaque para o performático guitarrista Richie Scarlet .

No repertório, Ace tocou músicas de seu mais recente trabalho, Space Invaders, que chegou ao nono lugar na parada da Bilboard. Mas os destaques ficaram para os clássicos do Kiss, como Parasite, Love Gun, Shock me (com direito a guitarra soltando fumaça) e Cold Gin. No bis, mais Kiss, fechando com Detroit Rock City e Deuce. No final, ficou a sensação de que Paul Stanley, Gene Simmons e Peter Criss (ou mesmo Eric Singer) seriam muito bem vindos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.