Divulgação
Divulgação

AC/DC pode acabar por problema pessoal do guitarrista Malcolm Young

Banda deve cancelar turnê mundial prevista para este ano e anunciar seu fim, segundo rádio

Luciano Borborema, Território Eldorado

15 de abril de 2014 | 14h33

O AC/DC pode estar próximo de encerrar a carreira, de acordo com a rádio de Perth 3AW. A causa seria o guitarrista Malcolm Young. O músico estaria passando por problemas pessoais e teria voltado para a Austrália com a família.

"Minha opinião é que não haverá turnê e que nunca mais voltaremos a ver o AC/DC tocar ou gravar de novo. Os meninos têm um pacto para não receber novos integrantes no grupo. Ninguém será substituído e, quando alguém sair, o grupo acabará", relatou o repórter da rádio, afirmando que Young não deseja mais sair da Austrália.

A notícia partiu de um e-mail anônimo enviado à rádio. Apesar disso, a imprensa local afirma que o grupo continua com um estúdio reservado no Canadá para a gravação do novo álbum de inéditas e sucessor de Black Ice (2008). O site oficial do grupo também não menciona nada sobre o assunto.

Novo álbum. Disco novinho e turnê mundial para comemorar os 40 anos de história. Em fevereiro, o vocalista da banda australiana, Brian Johnson, havia confirmado para as revistas Rolling Stone e NME.

O roqueiro disse em entrevista à rádio Gater 98.7, da Flórida, EUA, que a turnê será composta por 40 shows especiais. O sucessor de Black Ice, lançado pelo grupo em 2008 e 16° trabalho da carreira da banda, começará a ser gravado no mês de maio, em Vancouver, Canadá.

"Já são 40 anos de existência da banda. Então, eu acho que nós vamos tentar fazer 40 shows para agradecer aos fãs por sua lealdade eterna. Quer dizer, honestamente, que nossos fãs são apenas o melhor do mundo, e agradecemos a cada um deles", falou Brian Johnson.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
AC/DCMalcolm YoungAngus Young

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.