Abril Music surpreende músicos e empresários

O desencontro de informações marcouo fim das atividades da gravadora Abril Music, comunicado naquarta-feira. Apesar de os rumores existirem há algum tempo,muitos artistas do casting não sabiam o que estava acontecendonem seu destino a partir de agora. Um deles era o grupo hardcoreCPM 22, que ganhou prêmio Revelação na cerimônia do Vídeo MusicBrasil, da MTV, e concorreu ao troféu de melhor rock brasileirono Grammy Latino do ano passado. Segundo a produção da banda - cujos CDs são lançadospelo selo Arsenal Music, mas distribuídos pela Abril -, osintegrantes não vão se pronunciar sobre o assunto, pelo menospor enquanto, por não terem mais detalhes sobre o fim dagravadora e, por isso, não saberem que atitudes tomar. Outra quenão tinha o menor conhecimento sobre o caso era a cantora Gil,que acabara de lançar disco-solo pela gravadora. Segundo suaassessora de imprensa, Silvia Russo, que estava retornando deférias, elas não sabiam de nada. "Por enquanto, não sabemosnada de concreto", disse Silvia. Já a assessora do músico Beto Lee, Cristina Moreira,afirmou que eles já sabiam sobre o encerramento das atividadesda Abril Music há duas semanas. Filho de Rita Lee (que tambémfez um disco pela gravadora), Beto lançou seu primeiroCD-solo, Todo Mundo É Igual, pela Abril em outubro. Deacordo com ela, o fim da gravadora, entretanto, não vai afetarde maneira nenhuma a atividade do músico. "O Beto é super afavor do trabalho independente, tanto que ele levou esse seuálbum já pronto para a gravadora", garantiu. "A idéia écontinuar independente." Outros artistas, como Titãs e GalCosta, foram procurados pela reportagem, mas não foramlocalizados. Apesar do fim anunciado da gravadora, algunsdepartamentos da Abril Music devem funcionar até o dia 28. Noano passado, a Warner Music teria se interessado pela gravadora,mas as negociações parecem não ter avançado. No começo do ano,outra gravadora, a BMG, demonstrou também interesse em adquirira Abril Music, mas até agora não há nada definido. A gravadorafecha suas portas, mas, por enquanto, funcionará como selo. Odestino de seus artistas é outra incógnita até então. Catálogose casting deverão ser negociados, não se sabe ainda se porblocos ou artista por artista.

Agencia Estado,

06 de fevereiro de 2003 | 17h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.