Crystal K. Martel
O cantor Marc Martel fez a voz de Freddie Mercury no filme 'Bohemian Rhapsody' Crystal K. Martel

O cantor Marc Martel fez a voz de Freddie Mercury no filme 'Bohemian Rhapsody' Crystal K. Martel

A voz de 'Bohemian Rhapsody' chega a SP; veja outras atrações do fim de semana

Vanessa da Mata, João Suplicy, Chico César e Geraldo Azevedo também se apresentam na cidade; confira ainda as opções em teatro e exposições

Danilo Casaletti , Especial para o Estadão

Atualizado

O cantor Marc Martel fez a voz de Freddie Mercury no filme 'Bohemian Rhapsody' Crystal K. Martel

Não é exagero falar que a banda britânica de rock Queen viveu um dos maiores momentos de sua carreira no Brasil, quando seu líder Freddie Mercury regeu um coro de 300 mil pessoas no Rock In Rio de 1985 ao som da balada Love of My Life. Por isso, o cantor canadense Marc Martel sabe da importância de apresentar, acompanhado de uma banda de cinco músicos, o show The Ultimate Queen Celebration por aqui. 

“Estou pronto para esse momento! Pode vir!”, diz Martel ao Estadão. “A paixão dos brasileiros pela música ao vivo é lendária. Espero que o público não se decepcione.” O espetáculo passou antes passou pela Argentina, pelo Chile e Peru.

No roteiro estão sucessos como We Will Rock You, We Are the Champions, Another One Bites the Dust e Under Pressure. Além das músicas do Queen, Martel interpreta, sozinho ao piano, Ave Maria e a ária Nessun Dorma. O cantor justifica a licença poética. 

“Como fã de tantos estilos diferentes de música, não há como dizer qual direção Freddie teria tomado. Eu gosto de oferecer ao público pelo menos uma música que o Queen nunca gravou e cantá-la ao estilo de Freddie.”

Martel interpretou músicas no filme Bohemian Rhapsody (2018), que conta a trajetória da banda. Antes, ele havia participado do projeto-tributo ao grupo The Queen Extravaganza, ao lado do baterista original do Queen, Roger Taylor, além de comandar sua banda de rock cristão.

 

Dom. (22), 20h. Espaço Unimed. R. Tagipuru, 795, Barra Funda. R$ 200/R$ 380. Ingressos aqui.

Viixe: festival de piseiro

O Festival Viixe, dedicado ao piseiro, ritmo que mistura o forró com o funk, recebe nomes como João Gomes, Xand Avião, Tarcísio do Acordeon, Zé Vaqueiro, Vitor Fernandes e Nattan.

Sáb. (21). 14h30. Sambódromo do Anhembi. Área da dispersão. Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana. R$ 90/R$ 780.

 

Criolo

O rapper Criolo dá início à temporada de seu novo show, Sobre Viver, com o repertório de seu disco recém-lançado. Acompanhado de banda, o cantor e compositor ainda relembra sucessos que marcaram seus 15 anos de carreira.

Sáb. (21), 23h. Espaço Unimed. R. Tagipuru, 795, Barra Funda. R$ 100/R$ 220.

 

Zélia Duncan

A cantora e compositora Zélia Duncan comemora quatro décadas de carreira com show de músicas de seu mais recente CD, o álbum Pelespírito, e sucessos de carreira, como Catedral e Alma.

Hoje (20), 22h. Casa Natura Musical. R. Artur de Azevedo, 2.134, Pinheiros. R$ 120/R$ 200.

 

Vanessa da Mata

A cantora apresenta o show Às Iabás, no qual dedica o repertório da apresentação à força dos orixás femininos, sobretudo Iemanjá.

Sáb. (21), 22h. Casa Natura Musical. R. Artur de Azevedo, 2.134, Pinheiros. R$ 120/R$ 240.

 

Alexandre Nero

O ator e cantor faz a estreia da turnê Quartos, Suítes, Alguns Cômodos e Outros Nem Tanto, que tem repertório autoral. Entre as músicas que o artista compôs, estão Misericórdia e Nossa Senhora de Copacabana.

Hoje (20). Studio SP. R. Augusta, 591, Consolação. R$ 100/R$ 50.

 

Chico César e Geraldo Azevedo

Músicos e compositores nordestinos, Chico César e Geraldo Azevedo unem semelhanças, diferenças e influências no show Violivoz. No repertório, músicas como Bicho de 7 Cabeças, Mama África, Dia Branco e À Primeira Vista.

Sáb. (21), 22h. Tokio Marine Hall. R. Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio. R$ 140/R$ 240.

 

Toninho Horta

Um dos músicos mais respeitados da música brasileira, Toninho Horta faz o show Toninho Horta Quarteto em que inclui músicas como Beijo Partido, um de seus grandes sucessos, Céu de Brasília e Meu Canário Vizinho Azul.

Dom. (22). Bourbon Street. R. Dos Chanés, 127, Moema. R$ 90.

 

João Suplicy

O músico mostra suas influências de bossa nova, rock e blues no projeto Samblues, com repertório autoral e versões para canções como Água de Beber e Disritimia.

Hoje (20), 21h. Teatro Paulo Eiró. Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro. Grátis (retirar ingresso 1h antes).

 

Janine Mathias

A cantora brasiliense dá uma prévia das canções que estarão em seu próximo álbum, Devoções, que enaltece a cultura preta e gêneros como o samba, o soul e o hip hop. A produção é de Rodrigo Campos.

Sáb. (21), 20h30. Sesc Belenzinho. R. Padre Adelino, 1.000, Belenzinho. R$ 12/R$ 40.

Osesp

A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) apresenta o projeto ¡Viva España!, com apresentações que trazem o repertório de compositores como Manuel De Falla e Joaquim Rodrigo. A regência é do maestro espanhol Manuel Hernández-Silva.

Hoje (20), 20h30. Sala São Paulo. Pça. Júlio Prestes, 16, Luz. R$25/R$ 230.

 

EXPOSIÇÕES

Povo indígena

A exposição Rostos Indígenas: retratos por Graça Arnús exibe 15 obras que a artista plástica produziu inspiradas por viagens que fez aos estados da Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco e Tocantins. Nessas incursões, Graça Arnús voltou seu olhar para cultura de diferentes etnias indígenas, como os povos javaé, krahô e apinayé.

Casa Mário de Andrade. R. Lopes Chaves, 546, Barra Funda. 3ª a dom., 10h/18h. Grátis. Reservar ingresso aqui. Até 30/6.

Da memória

A exposição O Dia Depois da Festa, de Julia Pereira, reúne 14 obras pintadas em óleo e aquarela. Em cores fortes e vibrantes, as telas, em imagens abstratas, trazem memórias autobiográficas, com lembranças que se unem ao tempo presente.

ArteFasam. R. Padre Garcia Velho, 173, Pinheiros. 2ª a 6ª, 10h/19h; sáb., 10h/14h. Grátis. Até 2/7.

 

Tudo o que sabemos sobre:
QueenFreddie Mercurymúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Semana Mundial do Brincar ocorre até dia 29; veja mais atrações infantis

Evento conta com experimentações, shows e teatro a partir deste sábado (21); confira outras atrações para o fim de semana

Vanessa W. Skilnik, www.bora.ai

20 de maio de 2022 | 05h00

A Semana Mundial do Brincar é promovida anualmente pela Aliança pela Infância para reforçar a importância do brincar para bebês e crianças. Este ano, ocorre entre os dias 21 e 29 de maio, e tem como tema Confiar na Força do Brincar. Confira algumas atrações ligadas ao evento - e outras opções para levar as crianças no fim de semana. Veja mais sugestões no www.bora.ai.

Semana Mundial do Brincar

Para a Semana Mundial do Brincar, o Sesc Avenida Paulista preparou duas atividades gratuitas entre os dias 21 e 29 de maio de 2022.

A primeira é a vivência Cadê os Peixinhos do Mar? - bora brincar de puxar rede?, com Umbuzeiro Arte e Cultura, que propõe uma experimentação lúdica sobre o elemento água, a partir dos estímulos físicos e sonoros da puxada de rede, da capoeira e do samba de roda. A segunda é o ateliê “Na Varanda em Confiança”, com Melina Sanchez e Flora Reyes, que traz canto, danças de roda, relaxamento e roda de conversa para crianças. 

Sesc Avenida Paulista: Avenida Paulista, 119.

Cadê os Peixinhos do Mar?: sábados e domingos, às 16h30. Sessão extra no sábado, 28, às 18h30. 45 minutos. 3 a 12 anos. Capacidade: 20 lugares e é necessário agendamento.

Na Varanda em Confiança. Sábados e domingos, às 10h30. 45 minutos. 2 a 8 anos. Capacidade: 20 lugares. Entrega de ingressos no local com 30 minutos de antecedência. 

Temporada Alfa Criança

O espetáculo Num Passe de Música, do Grupo Fundo Falso, mistura mágicas e ilusionismo com canções compostas para cada número apresentado. Enquanto o cantor e compositor Flavio Tris executa as canções com o violão e o harmônio, o mágico Ricardo Malerbi interpreta os números, unindo as duas artes e ultrapassando a relação comum entre encenação e trilha sonora.

Teatro Alfa. Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722. De 21 de maio a 26 de junho, sábados e domingos às 16h. R$ 40 (inteira). 

45 minutos. Recomendado para crianças a partir de 3 anos.

Atividades no CCBB inspiradas na exposição A Tensão

O CCBB Educativo São Paulo oferece uma programação divertida, educativa e lúdica com atividades são inspiradas na exposição em cartaz no local A Tensão, de Leandro Erlich. No Laboratório de Artes, os visitantes de todas as idades colocam a mão na massa e trabalham artifícios de ilusão óptica, com a construção de um BRUSSPUPP – um objeto que produz imagens a partir da ilusão óptica. A atividade discute algumas das questões visuais e sensoriais levantadas pelo artista Leandro Erlich na exposição.

Na atividade “Pequenas Mãos” os participantes poderão dar movimento ao seu desenho a construir um dos jogos ópticos que antecederam o cinema – o Taumatrópio.

CCBB. Rua Álvares Penteado, 112. Até dia 29 de maio. Grátis e com inscrição prévia pelo site da instituição.

Laboratório de artes. Segundas, quartas e sextas: 11h às 11h30 e 16h às 16h30. Sábados: 11h às 12h e 16h30 às 17h30. Domingos: 15h às 17h. Às sextas-feiras e sábados a atividade terá foco em libras. Pequenas mãos. Domingo, 11h30 às 12h. 

Banda Estralo canta Saltimbancos

O show, inspirado no disco Os Saltimbancos, de Chico Buarque, mostra às crianças a música popular brasileira de forma lúdica. A plateia interage com os músicos-atores para buscar resolver os conflitos entre os quatro animais representados (um jumento, um cachorro, uma galinha e uma gata), que acaba promovendo o respeito às diferenças, a importância de lutar pelos seus direitos e do coletivo e a busca por sonhos e objetivos. 

Teatro Morumbi Shopping. Av. Roque Petroni Junior, 1.089. Até  29 de maio, sábados e domingos as 15h. R$ 70 (inteira). 60 minutos. Livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Camila Pitanga estreia 'Por Que Não Vivemos?'; veja mais opções de teatro

'Papa Highirte', com o Grupo Tapa, '(a) Tríptika Noite', da Cia Contumaz, e 'Sapathos', da Cia Os Zzzlots, também estreiam esta sexta, 20

Danilo Casaletti, Especial para o Estadão

20 de maio de 2022 | 05h00

'Por Que Não Vivemos?'

Com Camila Pitanga no elenco, a montagem da Companhia Brasileira de Teatro para a peça Por Que não Vivemos?, de Tchekhov, se passa em um lugar e época indefinidos para contar a história de Platonov, um aristocrata falido que, durante um grande festa, se reencontra com a jovem viúva Sofia. Esse encontro os faz reviver não só um amor de juventude, mas também grandes traumas de seu passado. A direção é de Marcio Abreu.

Estreia hoje (20). 6ª, 20h; sáb. e dom., 18h. Sesc Santo Amaro. R. Amador Bueno, 505, Santo Amaro. R$ 12/R$ 40. Até 12/6.

'Papa Highirte'

Encenada pelo Grupo Tapa, Papa Highirte, de Oduvaldo Vianna Filho, conta a fábula de um ditador populista de um país fictício sul-americano que deseja voltar ao poder a todo custo. Mergulhado nas lembranças do tempo em que comandava a nação, em que a tortura e o silenciamento da imprensa eram expedientes comuns, ele se dá conta que, na verdade, nunca passou de um fantoche nas mãos dos militares. O texto foi escrito em 1967/1968 e censurado à época. A montagem tem direção de Eduardo Tolentino de Araujo e conta com o ator Zé Carlos Machado no papel principal.

Estreia hoje (20). 6ª e sáb., 20h; dom., 18h. Galpão do Tapa. R. Lopes Chaves, 86, Barra Funda. R$ 40. Até 17/7.

'Sapathos'

A peça Sapathos, da Cia Os Zzzlots, discute temas da atualidade, como violência, preconceito, transfobia e racismo estrutural. Dividido em 18 cenas curtas, o espetáculo é baseado em recortes de jornais. O texto é de Sergio Zlontnic.

Estreia hoje (20). 6ª e sáb., 20h. SP Escola Teatro. Pça. Franklin Roosevelt, 210, Bela Vista. R$ 40. Até 25/6.

(a) Tríptika Noite

Inspirada no gênero Teatro do Absurdo, (a) Tríptika Noite, com a Cia Contumaz de Teatro, é composta por três histórias - Acossada, Parkour e Tatu - que se passam durante uma noite de carnaval. Todas elas têm como objetivo fazer submergir o que há de recluso na sociedade contemporânea. O texto e a dramaturgia são de Elton Helio.

Teatro Commune. R. da Consolação, 1.218, Consolação. Estreia hoje (20). 6ª, 21h; dom., 20h. R$ 40. Até 5/6.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroCamila Pitanga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.