A volta do "Rei"

Logo mais, às 14h15, o "Rei" Roberto Carlos vai falar após 11 meses de silêncio e retiro. Ele dá uma entrevista para 110 jornalistas no hotel Sheraton, no Recife, cidade que escolheu para marcar o retorno aos palcos após o isolamento a que se submeteu após a morte da mulher, a pedagoga Maria Rita, em novembro do ano passado. Roberto chegou ao Recife ontem, às 20h30, em seu jatinho particular, acompanhado da mãe, Laura, além de Maria Emir Broto, irmã de Maria Rita. E mostrou disposição. Ao descer, caminhou até a legião de fãs que o aguardava e mandou beijos. Depois, deixou as malas no hotel e foi direto para o Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães, o Geraldão, para ensaiar com a orquestra de 18 músicos que o aguardava. Ficou no Geraldão até às 3 horas e só foi jantar às 3h30, no hotel. Roberto Carlos repassou algumas das canções novas que deverão integrar o disco que lança neste final de ano, como Tu És a Verdade, Jesus e Amor sem Limite. Esta última é dedicada à mulher e é a canção que batiza o show. Desde ontem, começaram a chegar ao Recife inúmeros convidados do Rei, incluindo a apresentadora Hebe Camargo. A mãe e os filhos também estão na cidade (Dudu Braga, Ana Paula e Luciana). Roberto ficou quase um ano fechado em sua casa na Urca, mas segundo o empresário nordestino João Carlos Mendonça, o Pinga (que organiza suas turnês pelo Nordeste), foi o próprio cantor quem ligou para agendar essa excursão, que termina no interior da Bahia em dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.