A viagem dos Beatles ao século 14

Tem Beatles no Teatro Sérgio Cardoso. E não é uma banda cover. O som do quarteto de Liverpool será feito por gente acostumada a cantar música sacra do século 14 e que pouco tem em comum com guitarras elétricas, baixo e bateria. Sopranos, contraltos e tenores do Coral Paulistano vão encarnar John Lennon e Paul McCartney hoje no pequeno palco Paschoal Magno, quinta no Teatro Municipal, e sábado, no Centro Cultural São Paulo. É a primeira vez que o Coral vai cantar músicas dos Beatles. Por isso, desta vez todas as vozes serão de homens, para se aproximar da sonoridade do grupo inglês. O acompanhamento será feito por uma banda que inclui os instrumentos usados pela formação original (guitarra, baixo e bateria), mais piano, clarinete e saxofone. Apesar da semelhança com o som original do grupo inglês, o coral não quer simplesmente reproduzir o que a banda fez. "Vamos mudar as músicas, elas vão ficar diferentes", diz Alberto Cunha, diretor musical do espetáculo. Para Fernando Grecco, um dos vocalistas do coral, é a chance de mostrar aos jovens as músicas que tornaram os Beatles a maior banda do planeta. No set list da apresentação estão desde as românticas Hey Jude e Let It Be até as revolucionárias Come Together e Lucy in the Sky with Diamonds. É um coral para se cantar junto. Teatro Sérgio Cardoso (Sala Paschoal Carlos Magno). R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, 288- 0136. Hoje, 20h30. R$ 10 e R$ 5. Saguão do Teatro Municipal. Pça. Ramos de Azevedo, s/nº, Centro, 223-3022. Dia 26 (quinta), 18h. Entrada franca. Grátis. Centro Cultural São Paulo (Sala Jardel Filho). R. Vergueiro, 1.000, Liberdade, 3277-3611. Dia 28 (sáb.), 11h. Grátis. Retirar ingressos com 1h hora de antecedência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.