A rainha Elizabeth II quebra seu silêncio

O Reino Unido chora a morte do ex-Beatle George Harrison, aumentando a lenda do quarteto de Liverpool que revolucionou a música do século 20. Enquanto as emissoras de rádio tocavam em todo país as canções do grupo mítico, onze anos depois da morte de Lennon, sua viúva Yoko Ono voltou a manifestar sua aflição pelo falecimento de outro Beatle e disse: "Obrigada, George, foi grandioso ter conhecido você".A consternação pelo desaparecimento do genial guitarrista provocou comentário da rainha Elizabeth II. Pouco dada a expressar seus sentimentos, ela disse estar "muito triste" por sua morte, segundo afirmou um porta-voz do palácio de Buckingham.Numerosos fãs do grupo saíram às ruas para homenagear seu ídolo e compositor de canções famosas como Something e Here Comes the Sun, melodias que ficarão para sempre na nossa memória. Em Liverpool, terra dos Beatles, as bandeirasoficiais foram hasteadas a meio pau e centenas de pessoas depositaram flores na mítica "Cavern", o bar que foi testemunha dos primeiros concertos do inesquecível quarteto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.