Ernesto Rodrigues/AE - 05/12/2006
Ernesto Rodrigues/AE - 05/12/2006

'A família não queria um cover do Renato Russo', afirma Zico Goes

Diretor de programação da MTV conta como foi a escolha de Wagner Moura para 'Tributo à Legião Urbana'

Emanuel Bonfim, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2012 | 21h50

Como foi o acordo com a família?

O pano de fundo é que boa parte das músicas, e o uso delas, dependia da liberação deles, porque pertencia ao Renato, inclusive a marca Legião Urbana. Se a família não entrasse na história, a gente ficaria restrito, faria um show menor. Estava ficando meio estranho.

O fato de ser o Wagner Moura era um problema para eles?

Não, até porque já tinham cedido canções para os filmes dele. A questão principal era a preocupação de que não fosse um cover de Renato Russo. E nunca foi a intenção nossa. 

Por que vocês escolheram o Wagner para este tributo?

Ele é um cara que a gente está namorando há um tempo. A gente queria que ele participasse de alguma coisa da MTV. Para nós, ele é o maior ator do Brasil, um cara íntegro, e que não tem contrato com a Globo, que facilita muito as coisas. 

Tudo o que sabemos sobre:
Legião UrbanaWagner Mourashow

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.