Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Daniel Teixeira/AE
Daniel Teixeira/AE

'A dinâmica é de energia, nada cronológica', diz Felipe Hirsch

Diretor fala sobre o 'Tributo à Legião Urbana' , que será apresentado na próxima semana, em São Paulo

Emanuel Bonfim, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2012 | 21h44

Existe algum conceito que amarra o repertório?

Não, é mais uma dinâmica de energia, nada cronológico. Coincidentemente, o show abre com várias músicas do Dois. 

O fato de ser transmitido pela TV influência o trabalho?

A MTV tem sido bastante delicada e carinhosa em tudo. Eles querem registrar o momento apenas. Não tem nenhum tipo de pedido. A ideia não é fazer um especial de TV ao vivo. 

O que você quis para o cenário?

Eu pensei numa coisa que fosse menos tecnológica e mais uma escultura, algo que lembre artistas como Bruce Nauman e James Turrell. 

Como tem sido a performance do Wagner Moura?

O Wagner é a pessoa com mais carisma que eu conheço. Ele estava nervoso, mas usa bem essa imagem do fã que foi pinçado para cantar aquelas músicas em tributo à Legião. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.