A banda Kiss chega ao Chile causando polêmica

Questão de segurança ameaçam show da turnê da banda, a primeira em nível mundial em quase uma década

EFE,

03 de abril de 2009 | 14h27

A banda americana Kiss, que toca nesta sexta, 3, em Santiago e vem ao Brasil na semana que vem, criou polêmica com os moradores do entorno do estádio Bicentenário, local do show de hoje na capital chilena.

 

"Que fiquem quietos e aproveitem o show de graça. Não haverá drogas nem álcool, é uma celebração da vida", disse Gene Simmons, baixista e vocalista do Kiss, em declarações publicadas pelo jornal chileno El Mercurio ao opinar sobre os comentários dos vizinhos do estádio.

 

Autoridades municipais estudam a possibilidade de cancelar o evento por problemas em relação à segurança dos moradores da região e ao acesso do público.

 

Caso o show ocorra, espera-se que mais de 18 mil pessoas compareçam ao estádio hoje à noite para comemorar os 35 anos de estrada do Kiss.

 

A atual turnê da banda é a primeira em nível mundial em quase uma década e incluirá músicas de todas as fases da carreira do grupo.

 

No Brasil, o Kiss toca na próxima terça-feira em São Paulo e, no dia seguinte, faz show no Rio de Janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Kiss

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.