10 anos sem Tom Jobim

Hoje faz dez anos que o Brasil perdeu Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim (1927-1994). Nos anos que se seguiram àquele 8 de dezembro, muito se escreveu, entre análises e biografias, e muito se gravou de seu genial cancioneiro. Nem sempre isso foi realizado da melhor maneira possível, mas a base é uma só: a música de Jobim continua presente como nas décadas passadas.Seu legado continua iluminado tanto pelo trabalho de garimpo de raridades pré-bossa nova pela gravadora Revivendo, como pelo realce de jóias escondidas pelo Quarteto Jobim-Morelenbaum e até pela atualização eletrônica de Fernanda Porto, que colocou Só Tinha de Ser com Você nas pistas de dança. Infelizmente nem todos os álbuns do compositor e pianista continuam em catálogo e o oportunismo fez brotar outros de diversos intérpretes que nada acrescentaram ao que já havia feito.Mesmo assim, vale conferir o Antonio Carlos Jobim em Minas ao Vivo - Piano e Voz, primeiro título do selo Jobim Biscoito Fino, lançado no mês passado. A gravadora BMG entra na onda da efeméride com a compilação No Tom da Saudade - Um Tributo a Jobim, para lá de irregular.Dois dos melhores trabalhos realizados em torno de Jobim são recentes: a recuperação do álbum Elis & Tom (1974) e o livro de ensaios Três Canções de Jobim (Cosac Naify, 96 págs., R$ 36), em que os especialistas Lorenzo Mammì, Luiz Tatit e Arthur Nestrovski. Acompanha o livro um CD com interpretações sensíveis de Sabiá, Gabriela e Águas de Março pela cantora Ná Ozzetti e o pianista André Mehmari. Eles fazem um pequeno recital no lançamento do livro hoje, na Galeria Olido, em São Paulo.Tom também será lembrado sexta-feira por uma de suas mais marcantes intérpretes, Alaíde Costa, no Teatro do Sesc Pompéia, em São Paulo. A Jazz Sinfônica também presta sua homenagem amanhã no Teatro Sérgio Cardoso. Além disso, Tom estará em foco em dois bons programas de rádio - na Eldorado AM (700 kHz) e na Cultura FM (103,3 Mhz).O Tom do Brasil - 10 Anos sem Jobim, dentro do "Eldorado à Noite" especial, vai ao ar das 20h à 0h. Com músicas de todas as fases do compositor, o programa terá entrevistas com o filho (Paulo) e a irmã (Helena) de Tom, além dos críticos Arthur Nestrovski e Lorenzo Mammì, a cantora Paula Morelenbaum, cantora que o acompanhou por 11 anos, e um de seus biógrafos, Sérgio Cabral. Haverá ainda depoimentos de Danilo Caymmi, Fernanda Porto, Miúcha e Ná Ozzetti.A Eldorado FM (92,9 MHz) terá músicas de Tom nas quatro edições do Canta Brasil de amanhã, às 10h50, 15h50, 20h50 e 22h50. O Tom do Brasil, da Cultura, relembra momentos importantes de sua carreira em dois programas, amanhã e no dia 15. Com apresentação de João Marcello Bôscoli, a primeira parte conta com depoimentos importantes e curiosos do cantor Pery Ribeiro, do compositor Paulo César Pinheiro, de Nestrovski, do maestro Júlio Medaglia e de César Camargo Mariano. Sem a tristeza de dez anos atrás, enfim um dia com um pouco mais de beleza e harmonia no ar.Raridades pinçadas por Paulo Jobim - O disco Antônio Carlos Jobim em Minas, ao Vivo - Piano e Voz, lançado há um mês, é o primeiro da Jobim Biscoito Fino, e registra um raro espetáculo-solo de Jobim no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, em 1981. O selo e o Instituto Tom Jobim, fundado em 2000 para cuidar de sua herança musical, são realizações de seu filho Paulo Jobim, também músico e que foi um de seus arranjadores."Não me lembro de outro show dele sozinho. No Brasil sempre estava com a banda e, no exterior, quando a gente não ia era porque ele era convidado para participações especiais", conta Paulo Jobim. No espetáculo - e no disco -, Tom conta que sente falta dos amigos de sempre, que haviam feito, poucos anos antes, a temporada de maior sucesso na história do Canecão, Tom, Vinícius, Miúcha e Toquinho, até hoje uma lenda nos quase 40 anos da ex-cervejaria.Serviço: Alaíde Costa Canta Tom Jobim. Teatro Sesc Pompéia. R. Clélia, 93, Pompéia, 3871-7700. 6ª(10), 21h. R$ 6 a R$ 12 Jazz Sinfônica Homenageia Tom Jobim. Teatro Sérgio Cardoso. R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, 3288-0136. Hoje(8), 21h. R$ 5 O Tom do Brasil. Rádio Cultura AM(1.200 KHz). Parte 1, hoje(8), 15h - reapresentação no domingo(12), 11h; Parte 2, 4ª (15), 15h - reapresentação no domingo (19), 11h. Rádio Cultura FM (103,3 MHz). Parte 1, hoje(8), 15h - reapresentação no domingo(12), 19h; Parte 2, 4ª (15), 15h - reapresentação no domingo (19), 19h Três Canções de Tom Jobim. Ensaios de Lorenzo Mammì, Luiz Tatit e Arthur Nestrovski. Editora Cosac Naify. 96 páginas. R$ 36. Galeria Olido. Av. São João, 473, Centro, 3334-0001 r.: 1951. Hoje(8), 20h, com recital de Ná Ozzetti e André Mehmari. Grátis (os ingressos serão distribuídos das 18h às 19h30) Ouça das 20h às 0h O Tom do Brasil - 10 Anos sem Jobim

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.