F*hits
F*hits

Revista Moda: Carta da editora, Alice Ferraz

O mundo parou e minha vida também. Fui salva pelo sentimento que é tema da nossa Revista de junho, o amor

Alice Ferraz, Moda

06 de junho de 2021 | 07h00

E vivendo dia após dia chegamos a junho. Digo assim, dia após dia, pois foi um dos meus aprendizados da pandemia. Viver o dia com a cabeça no próprio dia. Antes de tudo, vivi por anos com a cabeça sempre nos próximos passos de uma empresa digital, na próxima tendência e na próxima semana de moda, sem me dar conta apenas do dia seguinte.  

Mas em abril de 2020, o mundo parou e minha vida também. Nos primeiros meses “presa” no Brasil e em casa, entreguei-me à espera. Sem nenhuma noção do que viria pela frente, esperava a volta ao “normal”. Entendia-me em um novo ritmo. Na verdade, entrei em descompasso. Nesse espaço de tempo, no qual ainda não sabia viver o hoje e não encontrava meu lugar de atuação, fui salva pelo sentimento que é tema da nossa Revista de junho, o amor.  

Há 15 anos vivo em parceria e mantinha a certeza de que o sucesso da nossa dupla se devia à falta de rotina em nossas vidas. Eu viajando em um looping de trabalhos que nos mantinha em uma constante e motivadora descoberta. Reencontros em hotéis pelo mundo e novos desafios profissionais sempre nos mantendo “ocupados” demais para os conflitos desnecessários da vida comum do dia a dia. Pois a pandemia chegou para colocar minha tese à prova.  

Juntos, sem escapatória, moramos por quatro meses sem sair de casa e agora por mais de um ano sem viagens, jantares e encontros em hotéis. O que nos salvou? O amor. O amor necessário e imperfeito que também será visto nas páginas da nossa revista. O amor que acolhe e complementa as diferenças, que ensina e produz o novo. O amor do mês de junho, que é o mês dos casais, das duplas. Que esse amor que ensina, que transforma, que liberta seja o impacto das nossas páginas no dia dos nossos leitores.

Tudo o que sabemos sobre:
modacoronavírus [tratamento]epidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.