Stephane de Sakutin / AFP
Stephane de Sakutin / AFP

Perfume Chanel N°5 completa 100 anos

Em 1921, Coco Chanel lançou a fragrância que conquistaria fãs do mundo todo, como Marilyn Monroe, que, ao ser perguntada sobre o que usava para dormir respondeu: 'cinco gotas de Chanel Nº5'

AFP, Redação

07 de janeiro de 2021 | 15h24

"O que você usa para dormir?", "cinco gotas de Chanel Nº5", confidenciou Marilyn Monroe. Criado há um século, este perfume que "cheira a mulher" goza de uma juventude eterna, sendo ainda um dos mais vendidos do mundo. 

Em 1921, a estilista francesa Gabrielle Chanel empreendeu uma nova revolução para além do guarda-roupa feminino, com o lançamento desta fragrância, contida em um frasco geométrico com rótulo simples em preto e branco.

"O seu nome, o seu aroma e as linhas radicais do frasco contribuíram para tornar este um ícone dos chamados anos loucos (na França). Com um simples número, alusivo à amostra escolhida (para fazer o perfume) Chanel rompeu com as tendências e entrou na abstração", avalia Julie Deydier, encarregada do patrimônio da empresa. 

A estilista quis distinguir-se da tradição naturalista e floral do século 19 e conceber esta fragrância com o "cheiro de mulher", como um vestido de alta costura.

"Um perfume artificial, artificial como um vestido, isto é, manufaturado. Sou artesã de costura. Não quero rosas nem lírio do vale, quero um perfume composto".

O perfumista Ernest Beaux, responsável por esta missão, criou assim uma fragrância que não reproduz nenhum perfume existente na natureza. 

O Nº5 cheira a Chanel, identificável pelo seu aroma atípico devido à presença significativa de moléculas sintéticas, os aldeídos, que aportam frescura às notas florais e conferem-lhe o seu carácter "abstrato".

A simplicidade do frasco, pouco modificado ao longo das décadas, rompeu com as apresentações ostentosas da época.

"Você tem que se concentrar 100% no perfume, não na apresentação", dizia Chanel. 

Para um anúncio para a imprensa americana em 1937, Chanel decidiu encarnar ela mesma o Nº 5. Junto com sua fotografia, um texto dizia: "Gabrielle Chanel é acima de tudo uma artista da vida. Seus vestidos, seus perfumes são criados com um instinto dramático perfeito. O Nº 5 é como a música suave que realça uma cena de amor. Liberta a imaginação e deixa um rastro indelével na memória dos atores".

Nas décadas seguintes, filmes e atrizes ajudaram a perpetuar sua aura lendária e hoje continua sendo um dos perfumes mais vendidos do mundo. 

Uma imagem de Marilyn Monroe perfumando o decote com Nº5 foi usada em 2013 para um anúncio da fragrância, que também teve como embaixadoras Catherine Deneuve, Nicole Kidman e Gisele Bündchen.

Na última campanha publicitária, Marion Cotillard dança na Lua, envolta no rei dos perfumes.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Coco Chanelperfume

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.