Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Hugo Toni
Hugo Toni

Nordestinas, sim!

Nascidas e criadas na região brasileira, elas usam sua voz para influenciar o Brasil e o mundo

Gabriel Brito, Moda

11 de julho de 2021 | 07h00

Andreza Chagas

Pernambucana de Caruaru, Andreza Chagas, 28 anos, sonhou alto e fundou em 2019 sua marca de jeans sustentável, que hoje está presente em 148 multimarcas e também no mercado internacional. A empresária, que faz pesquisas internacionais e passa pelo menos uma semana por mês em São Paulo, segue morando na cidade de 365 mil habitantes, onde emprega 74 famílias.

Este ano, abre sua primeira escola de contraturno para contribuir com a comunidade local. “Faço moda pensando no amanhã. Jeans com processos sustentáveis e tecnológicos para vestir diversas mulheres de forma confortável para o corpo e consciente para a alma”, explica Andreza.

Nicole Pinheiro

A influenciadora digital, de 34 anos, saiu cedo de Fortaleza, Ceará, para estudar na Suíça, na tradicional escola Brillantmont. Ao retornar, escolheu São Paulo para morar, entre viagens constantes para as semanas de moda internacionais. Até que o amor de sua vida, o empresário Netinho Bayde, a levou de volta para a cidade natal, “sua terrinha”, como diz nas fotos de sua conta no Instagram, com mais de meio milhão de seguidores.

“Ser nordestina é ter uma cultura rica. É simplicidade, receptividade, fé que não desmotiva, é uma alegria que chega a contagiar. Meu maior propósito é influenciar de forma positiva as pessoas que me acompanham passando um pouco dessa força e resiliência que as mulheres nordestinas têm”, conta.

Renata Rangel

Advogada baiana, 37 anos e nascida em Salvador, ela exercia sua profissão a todo o vapor até que, em 2017, o amor pela moda falou mais alto. Parou de advogar para ir atrás de seu sonho de trabalhar como criadora de conteúdo digital, inspirando mulheres de todo o Brasil com seu olhar.

“Usar a minha voz nas redes sociais representando o Nordeste é uma forma de enaltecer as minhas raízes e dividir com a minha audiência um pouco da riqueza cultural, histórica e também as tradições desta região tão peculiar e única que sinto um orgulho enorme de fazer parte.”

Marcela Cartaxo

Nascida no Recife, Pernambuco, Marcela, 40 anos, se emociona ao falar de seu Nordeste. “Somos orgulho, gratidão, força, coragem.” Há oito anos, Marcela compartilha em seu Instagram seu estilo que mistura elementos regionais com referências internacionais, vindas das passarelas de grandes marcas de moda.

Uma profissão que nasceu de um olhar apurado para a moda e de uma paixão por toda a cadeia produtiva do mercado têxtil. A influenciadora também trabalha com marketing de moda e tem como grande propósito de seu trabalho imprimir sua verdade em tudo o que faz.

Geovanna Chaves

Conterrânea de Juliette, capa desta edição da revista Moda, Geovanna, 24 anos, nasceu em Campina Grande, Paraíba, e há 4 anos mora em João Pessoa, onde transformou a moda em seu trabalho. “A rede social nos une, mas uma voz, além de tudo, tem o poder de mover pessoas.

Ter o Nordeste em mim é sinônimo de força. E, com honra, poder mostrar ao Brasil e ao mundo que o lugar de onde vim foi o que me trouxe até aqui.” Apesar de jovem, Geovanna passa uma mensagem clara em suas redes sociais com uma voz que é usada com sabedoria para expressar orgulho e compartilhar dicas de moda e beleza.

Foto: Hugo Toni

Styling: Antônio Muller

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.