Moda para todos

Moda para todos

A moda se distanciou da arte, de onde nasceu. Da manifestação de ordem estética que visava comunicar a expressão de nossa personalidade única, ela acabou por construir muros que separam pessoas por idade, cor e peso

Alice Ferraz, Moda

18 de julho de 2020 | 16h00

Pensar na nossa revista Moda deste mês foi repensar a própria moda. Se na edição passada ela estava dentro do casulo em seu processo de metamorfose, este mês ela surge reconfigurada com uma nova forma. Trabalho no mercado de  moda há mais de 20 anos e, apesar do amor que sinto, consigo enxergar os defeitos que tornaram a indústria um mercado de  julgadores implacáveis.

O processo criativo e o senso estético que nas artes plásticas, no cinema e no teatro abriram espaço para novos comportamentos e foram pioneiros em trazer reflexões e expressar novas ideias tomaram, na moda, um caminho distinto. Padrões de beleza rígidos formaram regras que excluem sem perceber. Assim, a moda se distanciou da arte, de onde nasceu. Da manifestação de ordem estética que visava comunicar a expressão de nossa personalidade única, ela acabou por construir muros que separam pessoas por idade, cor e peso. A moda fez de nossas diferenças, defeitos, quando comparadas aos padrões impostos pela indústria.

Um dos muitos efeitos da quarentena foi um despertar para o que era óbvio e que, com o mundo frenético nos empurrando em alta velocidade, não parávamos para realmente enxergar. Em meio à elevação da nossa consciência –  o saber e entender sobre aquilo que se pensa ou se faz –, o racismo na moda ficou evidente. Racismo estrutural  que o leva à normalidade, como terrível e cruel naturalização da desigualdade. 

 A nossa capa, inspirada na obra de Robert Mapplethorpe, tem a intenção de representar o futuro que todos desejamos. Um futuro de empatia e fraternidade. De igualdade e amor. 

Dizem que temos de imaginar o futuro que queremos para que ele se torne realidade. Assim, por aqui fotografamos e imprimimos a imagem para que ela se torne física. 

Tudo o que sabemos sobre:
moda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.