Instragram/Reprodução
Instragram/Reprodução

Marca mineira que trabalha com detentas fará desfile em Milão

A Libertees, que tem como estilista Ana Paula Sudano, participará pela primeira vez de um evento da Semana de Moda de Milão 

Ansa, O Estado de S.Paulo

02 de agosto de 2021 | 09h00

A marca mineira Libertees participará pela primeira vez de um evento da Semana de Moda de Milão neste ano. A empresa estará, ao lado de outras sete marcas, na edição internacional do Brasil Eco Fashion Week no dia 25 de setembro.   

A grife trabalha com presidiárias para a reinserção delas na sociedade e tem como estilista Ana Paula Sudano. O desfile será realizado no Orto di Brera e serão apresentados 15 looks na passarela, além de uma exposição no salão de negócios.   

Segundo a marca, após o lançamento internacional em setembro, toda a produção das peças será feita pelas detentas da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Belo Horizonte. Além de geração de renda e do desenvolvimento de habilidade para a vida após a detenção, as presas conseguem também a remição de pena por atuarem no projeto.

Uma das cofundadoras da marca, Marcella Mafra, afirma que a participação no evento em Milão “é uma oportunidade de mostrar ao mundo que a reinserção social é possível, além de dar reconhecimento a todo o trabalho realizado pelas mulheres envolvidas no projeto”.

A Semana de Moda de Milão, um dos eventos mais importantes do mundo no setor, será realizada entre os dias 21 e 27 de setembro. Além do desfile principal, há também uma série de eventos paralelos.

Tudo o que sabemos sobre:
Semana de Moda de Milãomoda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.