EPA
EPA

Fundação Versace é criada para apoiar comunidade LGBT+

Capri Holdings Limited, dona das marcas Versace, Michael Kors e Jimmy Choo, doará US$ 10 milhões para o projeto

Ansa, Redação

06 de junho de 2022 | 11h35

A companhia norte-americana Capri Holdings Limited, dona das marcas Versace, Michael Kors e Jimmy Choo, anunciou que destinará US$10 milhões para a nova Versace Foundation, criada em conexão com o mês do orgulho LGBT+ de 2022.

De acordo com a empresa, o valor irá "promover a missão da fundação de fomentar, impulsionar e a apoiar programas, projetos e atividades destinadas a gerar conscientização e apoio à comunidade LGBT+".

Em nota, a grife de luxo italiana explicou que a instituição "se envolverá com organizações filantrópicas e grupos comunitários para apoiar a preservação da história e cultura LGBT+, bem como para promover o avanço da igualdade, bem-estar e segurança para as pessoas LGBT+.

"Estou orgulhosa que a Versace sempre foi conhecida por sua inclusão. Estou animada com o apoio e assistência que a Versace Foundation trará para a comunidade LGBT+", celebrou Donatella Versace, diretora criativa da marca.

Segundo o CEO da Capri Holdings, John D. Idol, "todos nós temos o direito de ser aceitos, amados e ser o nosso eu mais autêntico". "A Versace Foundation nos permite promover nossa busca pela equidade, bem-estar e segurança LGBT+, bem como continuar a ser uma aliada dos indivíduos LGBT+", concluiu. 

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Todos nós temos o direito de ser aceitos, amados e ser o nosso eu mais autêntico
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
John D. Idol, CEO da Capri Holdings

 

Tudo o que sabemos sobre:
modaVersace

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.