Divulgação/Fhits
Divulgação/Fhits

Editorial: A primeira carta de Moda chega em tempos únicos

Um olhar sobre o mundo e a moda, por Alice Ferraz, diretora do Fhits

Alice Ferraz, Moda

28 de março de 2020 | 17h00

Começamos este projeto antes da real dimensão da pandemia que iríamos viver, seguimos construindo nosso conteúdo, enquanto o mundo se mostrava a cada dia como um lugar diferente, com novas regras e direções.

No momento em que escrevo e finalizo esta primeira edição, a certeza é de que estamos vivendo um tempo novo. Sem precedentes na história recente, a turbulência vai nos levar a diferentes comportamentos, convicções e desejos. O que ontem na moda era belo hoje se mostra exagerado? Superficial, talvez?

Precisamos de novos padrões, não só de comportamento, mas de imagem para nos inspirar. Acredito que voltaremos ao básico, simples e harmônico, ao único, aquilo que é feito com cuidado, criado com energia, intenção e amor. Nossos olhos estarão atentos a detalhes e delicadezas, atentos ao comportamento e ao modo de vestir. 

A palavra moda, no nosso dicionário, é descrita como “uso passageiro que rege, de acordo com o gosto do momento, a maneira de viver, de vestir etc.”. Tendo isso em perspectiva, a nossa Moda está em processo de transformação, assim como o mundo. Nossa intenção é capturar a imagem e os desejos que essa transformação trará e compartilhar com nosso leitor e nossa audiência digital um conteúdo que o faça sonhar.

Além do tema principal da revista, também convidamos dois colunistas para escrever sobre assuntos essenciais nos dias de hoje, o bem-estar e a harmonia (terrena e celeste!): são eles Oscar Quiroga e Márcia De Luca. É importante lembrarmos que a maneira com a qual queremos nos comunicar com o mundo traduz o tempo em que vivemos. 

Com amor e respeito, Alice Ferraz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.