Divulgação
Divulgação

Balenciaga volta às passarelas com desfile impactante em Paris

Grife não apresentava coleções de couture desde 1968, quando Cristóbal Balenciaga fechou seu ateliê

Laetitia Volga, Reuters

08 de julho de 2021 | 08h16

Balenciaga apresentou trajes de noite bordados e looks casuais exuberantes em sua primeira coleção de alta costura em mais de 50 anos em Paris na quarta-feira, 7, um dos desfiles mais aguardados da semana. Grife não apresentava coleções de couture desde 1968, quando Cristóbal Balenciaga fechou seu ateliê, em Paris.

O diretor criativo Demna Gvasalia vestiu as modelos em casacos amarelos e rosa de estilo roupão, terninhos pretos soltos e vestidos de noite enfeitados. Também se viram casacos de cetim volumosos e mais looks casuais compostos de macacões, jeans e jaquetas.

O estilista disse que buscou inspiração no fundador espanhol da marca, Cristóbal Balenciaga, mostrando silhuetas em forma de ovo, um vestido de bolinhas drapeado de chiffon e um casaco bordado de shantung com pele falsa.

Os acessórios incluíram chapéus grandes parecidos com discos voadores, óculos de sol de visor e luvas compridas.


Assista ao vídeo:


"Vejo como minha obrigação criativa com a herança única do senhor Balenciaga trazer a couture de volta à sua casa", disse Gvasalia. "Ela é a própria fundação desta maison secular."

Os convidados do desfile, realizado no ateliê de Cristóbal Balenciaga, incluíram a modelo Bella Hadid, os rappers Kanye West e Lil Baby e a atriz Salma Hayek, esposa de François-Henri Pinault, presidente e CEO da Kering, uma empresa do mesmo grupo da Balenciaga.

A Semana de Alta Costura de Paris, que vai até quinta-feira, marca a volta de desfiles ao vivo agora que as restrições de lockdown foram amenizadas na França.

 

Tudo o que sabemos sobre:
vestuárioBalenciagamoda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.