Hugo Tony
Hugo Tony

As verdades secretas de Agatha Moreira

Uma das protagonistas da série mais incensada da televisão brasileira, a atriz conta a Alice Ferraz sua vida antes e depois da grande vilã

Alice Ferraz, Moda

05 de dezembro de 2021 | 07h00

Era uma sexta-feira à noite, dia de escolher novas séries para o fim de semana, quando me deparei com uma chamada de Verdades Secretas 2, a continuação da explosiva história criada e escrita por um dos mestres das tramas mais populares da TV, Walcyr Carrasco.

Foi uma escolha despretensiosa e, por isso, sem intenção de me apaixonar. Mas aconteceu: Giovanna, a nova e melhor versão artística de Agatha Moreira, ganhou minha completa atenção. Já no primeiro capítulo, a atriz, de 29 anos, com uma imagem reconstruída e platinada, toma a dianteira da narrativa, além de fisgar meu olhar de moda para seus looks impecavelmente construídos pela figurinista Mariana Sued.   

Leia Também

Vilã fashion

Vilã fashion

Agatha já é figura conhecida de quem assiste às novelas brasileiras. Com uma carreira que completa dez anos em 2022, já esteve no papel de adolescente rebelde a mulher de época, fez parte de núcleos periféricos e centrais, mas é desta vez que se apresenta como protagonista de peso – na verdade, um dos três protagonistas –, envolvida em imagens tórridas produzidas pela diretora mais quente do momento, Amora Mautner.

Quem, como eu, viveu na geração em que a anti-heroína Mulher Gato era ícone de beleza e sensualidade, eleita um dos melhores vilões de todos os tempos, pode assistir a Agatha (que deve ter tido pouco ou nenhum contato com o personagem criado na década de 40) encarnar a personalidade em uma transformação atualizada para 2022.   

Giovanna é a anti-heroína e Agatha veste essa pele com naturalidade. A personagem detestável à primeira vista traz contornos de humanidade e nos faz torcer por ela. Nascida em Olaria, zona norte do Rio de Janeiro, começou a carreira aos 17 anos como modelo. Seu biotipo longilíneo ajuda na construção de Giovanna em uma atitude repleta de poses que poderiam fazer parte de um editorial de moda. Assim, fizemos Agatha saltar para as páginas da nossa revista Moda trazendo tendências da estação, sim, mas interpretadas pela intensa Giovanna. Brilho, atitude, sensualidade e corpo, muito corpo à mostra.   

Mas antes de passarmos às imagens, conversar com Agatha Moreira foi fundamental. Quem será que encontraria? Vestiu-se tão bem de Giovanna que por algum tempo tive a certeza de que encontraria nela a alma gêmea da vilã no mundo real. Errei feio. Agatha passa longe, mas muito longe de Giovanna.

Uma ansiosa, ligada na tomada e contando segundos da vida, a outra em paz, com o tempo visto como amigo que traz experiência. Uma tem no dinheiro seu foco principal, a outra está imersa na arte, no desenvolvimento, no trabalho. Agatha gosta de moda assim como Giovanna, mas enxerga nela uma forma de se revelar através do que veste e também de inventar personagens do dia a dia. A moda na mão de Giovanna é arma, na de Agatha é descoberta.   

O que as duas têm em comum? Agatha responde: “Giovanna é uma personagem que não tem ‘verdades secretas’. Ela vai falar a verdade e, às vezes, da pior forma, mas ela vai falar”. Difícil imaginar a gentil e educada Agatha falando algo no tom ou na forma que não seja com a suavidade que ela demonstra. Mas ela rebate e reforça: “Se estou em cena, estou bem-humorada, presente, é o que amo fazer da minha vida. Sem atuar, você vai me ver mal-humorada”. Talvez só assim personagem e atriz se tornem mais combativas.

 

Tudo o que sabemos sobre:
moda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.