DC COMICS
DC COMICS

Yara Flor, a nova Mulher-Maravilha da DC, é brasileira

Personagem vai integrar a série de histórias 'Future State', que une figuras clássicas e estreantes

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de outubro de 2020 | 10h04

Os quadrinhos DC anunciaram nesta quinta, 15, uma nova Mulher-Maravilha, a brasileira Yara Flor. A personagem foi celebrada pelo editor do grupo de Superman, Jamie S. Rich. "Ela é do Brasil, mas é imigrante nos Estados Unidos", afirmou durante o anúncio.

Segundo o editor, a personagem será diferente de Diana Prince. A famosa amazona é uma deusa, diferente de Yara que vai oferecer um caminho de volta às origens de uma super-heroína. "Esta é uma chance de voltar a uma das raízes antigas da Mulher-Maravilha, na qual Diana tentava ser uma humana e aprender como ser humana. Agora vamos na direção oposta - como uma humana aprende a ser uma deusa?"

Em agosto a DC publicou Wonder Woman Annual #4 com uma nova tribo de amazonas, descoberta no Brasil. Yara vai integrar a série Future State, que começa em janeiro do ano que vem na DC e deve durar dois meses, unindo personagens clássicos e novos.

 

No cinema

Aqui são só recordes. O filme Mulher Maravilha, estrelado por Gal Gadot, é o primeiro filme dirigido por uma mulher, a cineasta Patty Jenkins, a ter um orçamento maior que 100 milhões de dólares.

Na época, a diretora recebeu a notícia e festejou no Twitter. "Não poderia ter conseguido sem você. Sem todas vocês. Estou honrada em ser parte disso."

Em sua estreia, no começo de junho, se tornou também, a melhor estreia para um filme com uma mulher na direção. Agora, Jenkins assesgura para si e para o longa mais um recorde. Para viver a super-heroína, a atriz Gal Gadot usou experiência no exército israelense para compor sua Mulher Maravilha.

O segundo filme da franquia, Mulher-Maravilha 1984 teve a estreia adiada ao longo de 2020 por conta da pandemia do coronavírus que obrigou salas de cinema pelo mundo inteiro a fechar as portas. O lançamento está previsto para 25 de dezembro. 

A produção conta a nova aventura de Diana, agora em conflito com Maxwell Lord (Pedro Pascal) e a Mulher Leopardo (Kristen Wiig). Chris Pine está de volta como Steve Trevor, em um reencontro misterioso. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.