TONI GARRIGA
TONI GARRIGA

Vila-Matas: 'Modiano descreve a luz incerta de suas origens'

Escritor de escritores, o espanhol afirmou ter ficado contente com a escolha do francês para o Prêmio Nobel deste ano

EFE

09 de outubro de 2014 | 14h41

BARCELONA - O escritor barcelonês Enrique Vila-Matas considerou uma "excelente notícia" a concessão do Prêmio Nobel de Literatura ao francês Patrick Modiano, cujos romances não descrevem apenas o passado, "mas sim a luz incerta de suas origens", afirmou nesta quinta-feira, 9.

O autor de O Mal de Montano entende que essas origens são "o lugar onde tudo colapsa, onde tudo vacila". Por outro lado, ele indicou gostar muito que o autor francês "seja tão obsessivo e que simule que escreve sempre o mesmo livro".

A Academia Sueca destacou na escolha que Modiano evocou por meio de suas mais de trinta obras "os destinos humanos mais inapreensíveis", enquanto descobriu o mundo da ocupação alemã da França durante a Segunda Guerra Mundial.

Tudo o que sabemos sobre:
Prêmio NobelLiteratura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.