Bryan Thomas/The New York Times
Bryan Thomas/The New York Times

Sigrid Nunez vence o National Book Award com o livro 'The Friend'

Na cerimônia, Isabel Allende, a autora de A Casa dos Espíritos, se tornou a primeira escritora de língua hispânica a vencer uma medalha honorária da premiação

AP

16 Novembro 2018 | 12h43

NOVA YORK — The Friend, o romance medidativo sobre luto de Sigrid Nunez, venceu o National Book Award de ficção. Outros vencedores da noite de quarta-feira, 14, incluem os livros The New Negro: The Life of Alain Locke, de Jeffrey C. Stewart, em não ficção, e Indecency, de Justin Philip Reed, na categoria poesia.

Na cerimônia no Cipriani Wall Street, em Nova York, em que homenageados tinha raízes espalhadas pelo mundo, do Japão ao Peru, The Poet X de Elizabeth Acevedo ganhou o prêmio de literatura infantil, e The Emissary, de Yoko Tawada e traduzido ao inglês por Margaret Mitsutani, levou o prêmio de tradução, categoria que voltou ao prêmio.

O livro de Nunez conta a história de uma mulher em luto pela morte de seu mentor literário, e o laço dela com o cachorro que ele deixou.

"Eu pensei que escrever seria algo que eu faria sozinha e escondida, na privacidade do meu quarto", ela disse. "Como sou sortuda de ter descoberto que escrever livros fez o miraculoso possível, estar fora e ser parte do mundo ao mesmo tempo."

Medalhas honorárias foram entregues para Isabel Allende e Doron Weber, da Alfred P. Foundation, pelo seu apoio a livros de ciência.

Allende, a autora de A Casa dos Espíritos, é a primeira escritora de língua hispânica a vencer uma medalha honorária do National Book Award.

Os vencedores de cada categoria também levam US$ 10 mil.

Mais conteúdo sobre:
literaturaSigrid Nunez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.