Saramago é o preferido em programa colombiano de apoio à leitura

Sua coletânea de discursos "Palavras para um mundo melhor" foi emprestada mais de 22 mil vezes

Efe

29 de dezembro de 2007 | 03h43

O português José Saramago foi o autor mais cotado entre os mais de 3 milhões de exemplares de 44 títulos que circularam no programa Livro ao Vento, implantado em março de 2004 pela Prefeitura de Bogotá para estimular a leitura, disseram seus responsáveis nesta sexta-feira, ao apresentar um balanço da iniciativa. A coletânea de discursos "Palavras para um mundo melhor", de Saramago, Prêmio Nobel de Literatura de 1998, foi o livro mais vezes emprestado nas estações da Transmilenio, o sistema de transporte em massa da cidade, onde começou o projeto. O livro de Saramago foi emprestado 22.641 vezes. Em segundo lugar vieram as 14.443 de "Contos latino-americanos I", com textos do argentino Adolfo Bioy Casares, do mexicano Carlos Fuentes e do uruguaio Juan Carlos Onetti. Segundo a Secretaria de Cultura, Lazer e Esporte de Bogotá, os outros títulos mais emprestados foram "Escola de mulheres", do francês Molière, "O médico e o monstro", do escocês Robert Louis Stevenson, e "Três histórias", do francês Guy de Maupassant. Além das estações da Transmilenio, o programa chegou aos colégios públicos da cidade e a lugares como parques, praças de mercado, hospitais, refeitórios comunitários e clubes de leitura, entre outros. Foram 50 mil exemplares de cada obra editada para estabelecimentos educativos e 14 mil para os outros pontos. Segundo pesquisas dos responsáveis pelo Livro ao Vento, 54% dos usuários disseram que agora lêem mais, 86% passaram a ler pelo menos um livro por mês e 50% compartilharam com outras pessoas o exemplar que pegaram emprestado. A coordenadora María Isabel García lembrou que o programa tem uma estratégia baseada em dois pilares. O primeiro é que "os livros sejam realmente bons, sedutores, divertidos, inteligentes". O segundo "é fazer que as obras circulem, passem de mão em mão, de boca em boca, cheguem às casas e façam parte da vida de todos".

Tudo o que sabemos sobre:
SaramagoColômbialivro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.