Moa Karlberg/The New York Times
Moa Karlberg/The New York Times

Saga sueca Millennium volta com novo thriller

Obra foi criada por Stieg Larsson, morto em 2004, e o novo livro será escrito pelo jornalista sueco David Lagercrantz

Jill Serjeant, Reuters

11 Abril 2017 | 13h38

A garota sueca com a tatuagem de um dragão está voltando às livrias em um quinto thriller sobre a problemática hacker de computadores Lisbeth Salander, criada pelo falecido escritor Stieg Larsson, informaram os editores nesta terça-feira, 11.

The Girl Who Takes an Eye for an Eye será publicado em todo o mundo no dia 12 de setembro, disse o editor Alfred A. Knopf em comunicado.

O livro também será escrito pelo jornalista sueco David Lagercrantz e vai incluir o retorno tanto de Salander, como do jornalista investigativo Mikael Blomkvist.

Larsson morreu em 2004 antes da publicação de "Os Homens Que Não Amavam as Mulheres" e suas duas sequências que se tornaram best-sellers mundiais, com mais de 85 milhões de cópias vendidas.

Lagercrantz foi comissionado para escrever o quarto livro, "A Garota na Teia de Aranha", que foi publicado em 2015.

Os livros de Larsson chamaram atenção para gênero noir nórdico de detetives introspectivos. O gênero inclui os livros de Henning Mankell, assim como as séries de TV "The Killing" e "The Bridge".

 

Mais conteúdo sobre:
Henning Mankell Livro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.