NYT
NYT

Primeiro livro impresso nos EUA é vendido por recordes U$14,2 mi

O Bay Psalm Book, uma das 11 cópias restantes do primeiro livro impresso nos Estados Unidos, foi vendido por 14,2 milhões de dólares nesta terça-feira à noite na casa de leilões Sotheby's, em Nova York, estabelecendo o recorde de livro impresso mais caro mais já vendido.

Reuters

27 de novembro de 2013 | 11h38

Embora a expectativa para lances de até 30 milhões de dólares não tenha sido alcançada, o leilão superou com facilidade a marca anterior de 11,5 milhões pagos em dezembro de 2010 pelo livro Birds of America, de John James Audubon.

O homem de negócios e filantropo norte-americano David Rubenstein foi o comprador do livro. Ele é cofundador e cochefe-executivo da empresa de private equity dos EUA Carlyle Group LP. A Sotheby's disse que os planos de Rubenstein são emprestar o livro a bibliotecas dos EUA.

"Nós estamos entusiasmados que esse livro, que é um dos mais importantes de nossa história e cultura, está sendo destinado a ser amplamente visto pelos norte-americanos, que podem apreciar sua singular significação", disse o diretor do departamento de livros da Sotheby's, David Redden.

"É claro que também estamos entusiasmados por ter conseguido um novo lance recorde em leilões de qualquer livro impresso, o que afirma que os livros permanecem uma parte vital de nossa cultura", acrescentou ele em comunicado.

Impresso em 1640 em Cambridge, no Estado norte-americano de Massachusetts, o Bay Psalm é um dos livros mais raros do mundo e é uma das cópias em melhor estado das 1,7 mil que foram impressas. O livro é também a primeira cópia a ser vendida desde 1947, quando estabeleceu um recorde para leilão de livros ao arrecadar 151 mil dólares.

Bay Psalm foi vendido pela da coleção da Igreja Old South, em Boston, para cobrir os custos de restauro da edificação e financiar seu ministério. A cópia vendida é uma das duas pertencentes à igreja. Membros da congregação, uma organização sem fins lucrativos criada em 1669 e integrante da denominação protestante Igreja Unida de Cristo, votaram pela vendo do livro em dezembro passado.

As universidades de Harvard e Yale e outras instituições são donas das outras cópias existentes.

Tudo o que sabemos sobre:
LIVROEUALEILAORECORDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.