Prêmio SP de Literatura 2011 divulga finalistas

Vencedores serão anunciados em 1 de agosto, no Museu da Língua Portuguesa

Ubiratan Brasil,

29 de maio de 2011 | 12h57

SÃO FRANCISCO XAVIER - Foram anunciados ontem os 10 finalistas das duas categorias do Prêmio São Paulo de Literatura, um dos mais importantes do País. A divulgação aconteceu em São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos, onde acontece até domingo o 4º Festival da Mantiqueira - Diálogos com a Literatura.

Ao contrário dos anos anteriores, o anúncio não foi acompanhado por representantes do governo estadual - a premiação é concedida pelo Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Estado da Cultura.

Os vencedores nas categorias Melhor Livro do Ano e Melhor Livro do Ano - Autor Estreante serão anunciados no dia 1 de agosto, no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Cada um vai faturar R$ 200 mil.

Os finalistas são:

Melhor Livro do Ano (ordem alfabética de autor)

- Adriana Lisboa, com Azul-Corvo (Rocco)

- Carola Saavedra, com Paisagem com Dromedário (Companhia das Letras)

- Evandro Affonso Ferreira, com Minha Mãe se Matou Sem Dizer Adeus (Record)

- Joca Reiners Terron, com Do Fundo do Poço se Vê a Lua (Companhia das Letras)

- Menalton Braff, com Bolero de Ravel (Global)

- Miguel Sanches Neto, com Chá das Cinco com o Vampiro (Objetiva)

- Nelson de Oliveira, com Poeira: Demônios e Maldições (Língua Geral)

- Ronaldo Wrobel, com Traduzindo Hannah (Record)

- Rubens Figueiredo, com Passageiro do Fim do Dia (Companhia das Letras)

- Sérgio Mudado, com Os Negócios Extraordinários de um Certo Juca Peralta (Crisálida)

Autor Estreante (ordem alfabética de autor)

- Andréa del Fuego, com Os Malaquias (Língua Geral)

- Bráulio Mantovani, com Perácio - Relato Psicótico (Leya)

- Eduardo Giannetti, com A Ilusão da Alma: Biografia de uma Ideia Fixa (Companhia das Letras)

- Gabriela Guimarães Gazzinelli, com Prosa de Papagaio (Record)

- Hélio Pólvora, com Inúteis Luas Obscenas (Casarão do Verbo)

- Luis Alberto Brandão, com Manhã do Brasil (Scipione)

- Marcelo Cid, com Os Unicórnios (7 Letras); Marcelo Ferroni, com Método Prático da Guerrilha (Companhia das Letras)

- Marco Lucchesi, com O Dom do Crime (Record)

- Reni Adriano, com Lugar (Tinta Negra)

Tudo o que sabemos sobre:
LiteraturaPrêmio SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.