Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Prêmio São Paulo de Literatura anuncia finalistas

Foram recebidas 192 inscrições neste ano; Cristovão Tezza e Ignácio de Loyola Brandão estão entre os selecionados

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2019 | 15h17

O Prêmio São Paulo de Literatura anunciou nesta sexta-feira, 18, a lista de finalistas nas categorias Melhor Romance de Ficção e Melhor Romance de Ficção de Estreia.

Neste ano, o prêmio recebeu 192 inscrições – delas, 175 foram homologadas. Os autores são residentes e/ou naturais de 18 estados do Brasil e de outros países, como Alemanha, Chile, Estados Unidos, França, Inglaterra, Tanzânia e Uruguai. Além das publicações independentes, as obras contemplam 61 editoras. 

Diferentemente do ano passado, dois, e não três, autores serão contemplados em 2019: um para cada categoria. Cada vencedor receberá um prêmio de R$ 200 mil. A cerimônia de entrega do prêmio acontece no dia 4 de dezembro. 

O estado com maior número de representantes é São Paulo, com 6 finalistas. Na sequência, vêm do Rio de Janeiro (5), Santa Catarina (3), Paraná (2), Goiás (1), Pernambuco (1) e Rio Grande do Norte (1). Um dos finalistas é chileno.

No ano passado, três mulheres leveram o prêmio: Ana Paula Maia, na categoria Melhor Romance, por Assim na Terra como Embaixo da Terra; Cristina Judar, na categoria de estreantes acima dos 40 anos, por Oito do Sete, e Aline Bei, por O Peso do Pássaro Morto

Confira a lista de finalistas

Melhor Romance de Ficção de 2018

  • Alberto Mussa - A biblioteca elementar (Record)
  • Ana Paula Maia - Enterre seus mortos (Cia das Letras)
  • André de Leones - Eufrates (José Olympio)
  • Carola Saavedra - Com armas sonolentas (Cia das Letras)
  • Cristovão Tezza - A tirania do amor (Todavia)
  • Flavio Cafiero - Espera passar o avião (Todavia)
  • Ignácio de Loyola Brandão - Desta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopra sobre ela
  • Martha Batalha - Nunca houve um castelo (Cia das Letras)
  • Mauricio Lyrio - O imortal (Cia das Letras)
  • Ronaldo Correia de Brito - Dora sem véu (Alfaguara).

Melhor Romance de Ficção de Estreia do Ano de 2018

  • Daniela Stoll - Do lado de dentro do mar (Patuá)
  • Deborah Dornellas - Por cima do mar (Patuá)
  • Érico Nogueira - Contra um bicho da terra tão pequeno (Filocalia)
  • Fred Di Giacomo - Desamparo (Reformatório)
  • Giovana Madalosso - Tudo pode ser roubado (Todavia)
  • Gustavo Linhares - O infeliz das Costa Oca (Patuá)
  • Juliana Leite - Entre as mãos (Record)
  • Luciana Annunziata - Os cadernos do desencontro de Antônio Guerra (Quelônio)
  • Paulo Schmidt - Anjo negro (Cepe)
  • Tiago Ferro - O pai da menina morta (Todavia).

     

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.