Poeta John Ashbery morre aos 90 anos

Americano era considerado um dos principais nomes da poesia mundial

AP

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você leu 4 de 5 matérias gratuitas do mês

ou Assinar por R$ 0,99

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar por R$ 0,99

John Ashbery, considerado um dos maiores poetas do mundo, morreu aos 90 anos de causas naturais no início da manhã deste domingo, 3, em sua casa, em Hudson, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada por David Kermani, marido do poeta.

Sua coleção de poemas de 1975 Self-Portrait in a Convex Mirror venceu os prêmios Pulitzer, National Book Award e National Book Critics Circle.

'Self-Portrait in a Convex Mirror' foi seu livro mais premiado Foto: Nathaniel Brooks/NYT

Ashbery foi um enigmático gênio da poesia moderna cuja energia, ousadia e domínio sem limite da linguagem elevou a poesia americana a níveis brilhantes.

Entre a geração de poetas que incluiu Richard Wilbur, W.S. Merwin e Adrienne Rich, Ashbery se destacou.

Ele era conhecido por sua audácia e brincadeira com as palavras, por alternar erudição com tom coloquial e por seu humor e sabedoria.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato