AP
AP

Patti Smith diz que Nobel de Dylan deveria ser concedido a Murakami

Cantora norte-americana reconhece a contribuição do compositor, mas prefere o escritor japonês

EFE

01 Novembro 2016 | 21h23

A cantora e escritora norte- americana Patti Smith teria preferido que o Nobel de Literatura fosse concedido ao japonês Haruki Murakami e que ao cantor  Bob Dylan fosse dado um prêmio especial por sua "enorme contribuição poética, sentimental e política ao cancioneiro americano, com alguns dos temas mais  incríveis da história".

Patti Smith fez essa declaração durante o lançamento de seu livro de memórias, em que, entre outros assuntos, trata de sua paixão literária por Murakami. "Se alguém quiser saber que tipo de ser humano eu sou, a resposta mais próxima está nesse livro, M Train", disse. Nele, a literatura tem um papel central, mais até que a música de Patti Smith. "Não penso em mim  mesma como cantora, mas como inérprete".

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.