Fundação Casa de Anne Frank
Fundação Casa de Anne Frank

'O Diário de Anne Frank' será lido em estádios de futebol na Itália

A decisão foi tomada após episódios recentes de antissemitismo por torcedores do Lazio; trecho que será lido começa com 'Vejo o mundo sendo transformado lentamente em um ambiente selvagem'

Gavin Jones, Reuters

25 Outubro 2017 | 15h09

As autoridades do futebol italiano, reagindo a manifestações de antissemitismo de torcedores da Lazio, ordenaram que os estádios façam um minuto de silêncio em suas próximas partidas enquanto uma passagem de O Diário de Anne Frank, uma vítima do Holocausto, é lida em voz alta. Adesivos mostrando Anne Frank com a camisa da Roma, rival da Lazio na capital italiana, foram encontrados em paredes e banheiros de um setor do Estádio Olímpico de Roma usado por torcedores da Lazio durante uma partida do time contra o Cagliari no Campeonato Italiano no domingo.

O incidente foi duramente criticado por políticos e pela mídia da Itália, e o presidente italiano, Sergio Mattarella, o classificou como "desumano e alarmante para nosso país". No próximo jogo de todas as divisões do futebol italiano, um minuto de silêncio será observado "para condenar os episódios recentes de antissemitismo e para continuar a lembrar o Holocausto", disse a federação de futebol em um comunicado.

Enquanto os jogadores se alinham no centro do gramado, uma passagem marcante de O Diário de Anne Frank será lida em voz alta pelos alto-falantes.

'O Diário de Anne Frank' ganha adaptação em quadrinhos e animação

Inter de Milão entrega 'Diário de Anne Frank' antes de partida pelo Italiano

O trecho em questão diz: "Vejo o mundo sendo transformado lentamente em um ambiente selvagem; ouço o trovão que se aproxima e, um dia, também nos destruirá. Sinto o sofrimento de milhões. E ainda assim, quando olho para o céu, de alguma forma sinto que tudo mudará para melhor, que esta crueldade também terminará, que a paz e a tranquilidade retornarão uma vez mais".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.