Raquel Echenique
Raquel Echenique

'O Carteiro e o Poeta' ganha edição ilustrada

Livro já ganhou mais de uma centena de versões teatrais, dois filmes e uma ópera com Plácido Domingo no papel de Neruda

EFE

03 Julho 2018 | 18h47

O Carteiro e o Poeta, livro mais conhecido do chileno Antonio Skármeta, que Michael Radford levou ao cinema em 1994, ganha agora uma edição ilustrada, em espanhol, pela Lumen. Nele, Raquel Echenique dá forma e cor a uma obra clássica traduzida para 35 línguas.

+++ Antonio Skármeta relembra ator de 'O Carteiro e o Poeta'

O tempo que Skármeta levou para escrever O Carteiro e o Poeta foi suficiente para o peruano Mario Vargas Llosa publicar Conversa no Catedral, Tia Julia e o Escrivinhador e A Guerra do Fim do Mundo. "É, francamente, um recorde do qual não me orgulho", disse o chileno sobre os 14 anos que dedicou à escrita deste livro.

+++ Em 'Faísca', Skármeta retrata os sonhos do garoto que vive em meio às dificuldades

Quando Skármeta começou a escrever essa história, ele era redator da seção cultural de um jornal “de quinta categoria” e entrevistava atrizes de companhias insignificantes, resenhava livros escritos por ex-detetives e elogiava os hits da semana”. 

+++ Babel: escritor Antonio Skármeta vai filmar com Selton Mello no RS

O livro que publicou em 1985 é a história de Mario Jiménez, o carteiro de Isla Negra, uma pequena vila de pescadores em que o único habitante que manda e recebe cartas é o poeta Pablo Neruda. Nasce aí uma relação cheia de humor e de drama. O Carteiro e O Poeta já ganhou mais de uma centena de versões teatrais, dois filmes e uma ópera com Plácido Domingo no papel de Neruda.

Mais conteúdo sobre:
Antonio Skármeta literatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.