US Government
US Government

Novos livros de Martin Luther King começam a ser garimpados em seu acervo

HarperCollins fez um acordo global com o espólio de Martin Luther King para publicar livros infantis, HQs, diários e muito mais e reeditar a obra o ativista

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

23 de junho de 2021 | 11h00

Martin Luther King (1929-1968), um mais importantes líderes dos movimentos pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1964, está de editora nova. A HarperCollins acaba de anunciar um acordo global com o espólio do ativista e pastor assassinado em 1968 e, com isso, se torna a editora oficial do acervo do Martin Luther King Jr.

Esse acervo inclui alguns dos textos mais importantes da literatura norte-americana, como seus célebres discursos, e a ideia é publicar livros a partir deste acervo - para todas as idades, em todos os formatos e nos mais variados idiomas - além de reeditar sua obra. 

A HarperCollins é um dos maiores grupos editoriais do mundo e está presente em 18 países - no Brasil, inclusive. Ela foi responsável pela publicação do primeiro livro de Martin Luther King, Stride Toward Freedom: The Montgomery Story, em 1958. Entre os outros títulos dele que ela editou ao longo da história, está Strength to Love, de 1963, que o apresenta como um visionário pregador carismático e atencioso ao mesmo tempo em que enfatiza o amor como uma força de mudança política e social.

Para garimpar este acervo e facilitar o acesso dos editores do grupo, haverá um arquivista. E as editoras se concentrarão na parceria com acadêmicos, artistas, intérpretes e ativistas sociais negros para a criação de novos trabalhos a partir desse material histórico.

“O Espólio King sente-se feliz em retornar os direitos do acervo literário do Dr. King à sua editora original. A mensagem profética de paz, esperança, amor e igualdade do Dr. King continuam a impactar o mundo até hoje. Essa mensagem é mais necessária que nunca. Ansiamos por poder utilizar o alcance global da HarperCollins na perpetuação do incrível legado do Dr. King em novos e criativos projetos literários,” disse Eric Tidwell, diretor e conselheiro da Intellectual Properties Management, Inc., gestora do espólio do ativista, em comunicado.

Também em comunicado, Brian Murray, presidente e CEO do Grupo HarperCollins Publishers, disse: "Dr. King tem sido uma inspiração para gerações ao redor do mundo. Sentimos orgulho de termos sido a editora original dos primeiros livros do Dr. King, e estamos animados com a possibilidade de expandir alcance de suas palavras de novas formas. Ansiamos pela oportunidade de lembrar aos leitores o quão atemporal são as palavras do Dr. King, e como esses temas continuam a ressoar ao redor do globo”. 

A expectativa é de que os primeiros lançamentos sejam publicados nos Estados Unidos em janeiro de 2022, para coincidir com o Dia Martin Luther King Jr., que, no ano que vem, será no dia 17. Os lançamentos no Brasil ainda não foram definidos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.