Jonas Ekstromer/ Reuters
Jonas Ekstromer/ Reuters

Morre Sara Danius, ex-secretária permanente da Academia Sueca

Ensaísta veio a óbito apenas dois dias depois de Olga Tokarczuk e Peter Handke terem sido premiados pelo Nobel de Literatura

AFP, Agências

12 de outubro de 2019 | 14h03

A ensaísta Sara Danius, primeira mulher a se tornar secretária permanente da Academia Sueca, que concede o Prêmio Nobel de Literatura, faleceu neste sábado, 12, aos 57 anos, por causa de um câncer de mama. A informação foi dada pela Academia à AFP.

Sua morte ocorreu apenas dois dias depois do comitê Nobel da Academia sueca atribuir o prêmio de Literatura de 2018 à polonesa Olga Tokarczuk, e o de 2019, ao austríaco Peter Handke.

Professora de Literatura na Universidade de Estocolmo, Sara Danius entrou na Academia em 2013 e, dois anos depois, foi nomeada secretária permanente, tornando-se a primeira mulher a ocupar o cargo desde a fundação da instituição, em 1786.

Em abril de 2018, Danius decidiu renunciar à sua posição em meio a um escândalo de assédio sexual que atingiu a Academia e que revelou segredos obscuros da instituição. Sua cadeira acadêmica foi mantida até fevereiro de 2019.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.