Reprodução
Reprodução

Morre o escritor gaúcho Carlos Urbim

Ele tinha mais de 15 títulos publicados, entre eles 'Um Guri Daltônico'

O Estado de S. Paulo

13 de fevereiro de 2015 | 14h56

Morreu nesta sexta-feira, 13, o escritor gaúcho Carlos Urbim, aos 67 anos. Ele estava em Porto Alegre, e não resistiu à cirurgia a que foi submetido depois de um aneurisma. O corpo de Urbim será encaminhado para cremação ainda nesta sexta.

Dedicado ao público infantojuvenil, Urbim tem mais de 15 títulos publicados. Lançou sua primeira obra, Um Guri Daltônico, em 1984, na Feira do Livro de Porto Alegre. 25 anos depois, foi patrono do mesmo evento. Urbim também teve uma extensa carreira jornalística em veículos do Rio Grande do Sul, entre eles o jornal Zero Hora e a RBSTV.

"A literatura brasileira perde hoje um grande e importante talento", disse a presidente da Câmara Brasileira do Livro, Karine Pansa, em nota. "No entanto, sabemos que ele continuará vivo na memória de todos nós, leitores. Às crianças gaúchas, principalmente, permanecem as histórias do autor, recheadas de personagens fortes e da rica cultura do Rio Grande do Sul".

A editora de Urbim, a FTD, também divulgou uma nota de pesar. "Perdemos, hoje, um grande e importante talento, que, natural de Santana do Livramento, soube imprimir e reverenciar em sua obra a rica cultura gaúcha."

Tudo o que sabemos sobre:
Carlos Urbim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.