Morre o escritor e cineasta angolano Ruy Duarte de Carvalho

Ruy Duarte de Carvalho, famoso escritor, cineasta, escultor e antropólogo angolano, foi encontrado morto em sua residência na Namíbia, informou nesta quinta-feira a agência de notícias estatal angolana. Ele tinha 69 anos.

REUTERS

12 de agosto de 2010 | 16h46

Carvalho escreveu mais de 15 livros, incluindo romances, coletâneas de contos e poesia, tendo alcançado a fama durante a guerra civil angolana, que durou três décadas e terminou em 2002.

A agência de notícias angolana Angop não deu detalhes sobre a causa da morte.

Nascido em Portugal, Carvalho naturalizou-se angolano em meados da década de 1980, depois de ter passado o início da adolescência na antiga colônia portuguesa. Mais tarde, obteve um doutorado da Escola de Estudos Superiores em Ciências Sociais, de Paris.

"Ele foi um grande escritor e antropólogo", disse o professor de Direito, Fernando de Macedo, da Universidade Lusíada, em Luanda.

"Ele inspirou toda uma nova geração de escritores angolanos."

(Reportagem de Henrique Almeida)

Tudo o que sabemos sobre:
LIVROCARVALHOESCRITORANGOLANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.