Companhia das Letras
Companhia das Letras

Morre o crítico literário Jean Starobinski

Autor de A Tinta da Melancolia e de As Máscaras da Civilização, Jean Starobinski morreu aos 98 anos

Redação, O Estado de S. Paulo

06 de março de 2019 | 20h05

Linguista, filósofo, crítico literário e de artes plásticas, ensaísta - e médico psiquiatra, o suíco Jean Starobinski morreu na segunda-feira, 4, aos 98 anos. 

Starobinski é autor de uma vasta obra, publicada no Brasil pela Companhia das Letras. Entre seus livros estão 1789: Os Emblemas da Razão (1988), Jean-Jacques Rousseau: A Transparência e o Obstáulo (1991), Montaigne em Movimento (1993), As Máscaras da Civilização (2001) e A Tinta da Melancolia (2016). São dele, ainda, As Palavras sob as Palavras e A Invenção da Liberdade.

Nascido em 1920, em Genebra, na Suíça, Jean Starobinski  doutorou-se em medicina e letras. Foi professor da Universidade Johns Hopkins e da Universidade de Genebra, onde lecionou literatura francesa e história da medicina.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Jean Starobinskiliteratura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.