Morre aos 84 anos nos EUA o escritor Norman Mailer

Precursor do 'new journalism', americano estava hospitalizado desde outubro por problemas respiratórios

Agências internacionais,

10 de novembro de 2007 | 11h02

O escritor americano Norman Mailer morreu neste sábado, 10, aos 84 anos, no Hospital Monte Sinai, em Manhattan, Estados Unidos. A causa da morte foi insuficiência renal.   Mailer estava sob terapia intensiva desde outubro, quando havia sido hospitalizado pela segunda vez por problemas respiratórios. Em outubro, ele havia se submetido também a uma cirurgia de pulmão.   Um dos principais autores da corrente literária dos anos 1960 conhecida como "new journalism", ou jornalismo literário, Mailer escreveu mais de 40 livros, vários ensaios e peças para o teatro. Além de colaborar durante anos com a revista Esquire, uma das principais referências do "romance de não ficção".   Ex-boxeador, biógrafo polêmico de Marilyn Monroe (Marylin), Mailer foi marido de incontáveis mulheres e amigo da geração beat. Entre suas obras mais famosas estão um romance sobre a Segunda Guerra Mundial (Os Nus e os Mortos), um pouco de jornalismo de campo (Os Exércitos da Noite) e um sobre a CIA, O Fantasma da Prostituta (Harlot’s Ghost).   Com uma carreira de quase 50 anos, o escritor foi co-fundador da revista alternativa nova-iorquina Village Voice e vencedor de dois prêmios Pulitzer.   Bibliografia: Os nus e os mortos (1948)   The Barbary Shore (1951)   A História de Lee Oswald: um Mistério Americano (1965)   Advertisements for Myself (1959) The Presidential Papers (1963) Por que estamos no Vietnã? (1967)   Exércitos da noite (National Book Award, Pulitzer Prize, 1968)   Miami and the Siege of Chicago (1968)   Of A Fire On the Moon (1971)   The Prisoner of Sex (1971)   Existential Errands (1972)   St. George and the Godfather (1972)   Marilyn (1973) A luta (1975)   Some Honorable Men (1975)   Genius and Lust (1976)   A Transit to Narcissus (1978)   The Executioner's Song (Prêmio Pulitzer de Melhor Ficção, 1979)   Of Women and Their Elegance, Pieces and Pontifications (1982)   Ancient Evenings (1983)   Homem que é homem não dança (1984)   O Fantasma da Prostituta (1991)   O Evangelho segundo o filho (1997)   Matéria ampliada às 11h44 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.