Reprodução/TV Brasil
Reprodução/TV Brasil

Morre aos 70 anos o cartunista Nani, da tirinha Vereda Tropical

Além de ter colaborado com a imprensa como cartunista, ele foi roteirista de programas humorísticos da Globo

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de outubro de 2021 | 17h17

O cartunista Ernani Diniz Lucas, mais conhecido como Nani, morreu hoje, 8, em Belo Horizonte, aos 70 anos, vítima da covid-19. Ele foi autor da tirinha Vereda Tropical, publicada em diversos jornais do Brasil.

Nani estava em isolamento em Esmeraldas, na Grande BH, sua cidade natal, mas acabou infectado pelo novo coronavírus. Ele era do grupo de risco por ter passado por três transplantes de fígado, fato que ficou notório na literatura médica nacional.

Nani iniciou sua carreira publicando charges na imprensa mineira e depois carioca, tendo colaborado com o lendário Pasquim e com o jornal O Globo, entre outros veículos.

Na TV, Nani foi roteirista dos programas de Chico Anysio durante duas décadas, além de ter escrito para humorísticos da Rede Globo, como Casseta & Planeta e Zorra Total.

Nani era ativo nas redes sociais, publicando charges livremente. Há menos de dois meses, ele lançou o livro Tem Outra Palavra na Palavra.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Nani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.