Marian Wood Kolisch/The New York Times
Marian Wood Kolisch/The New York Times

Morre a escritora de ficção Ursula K. Le Guin, aos 88 anos

Autora de livros como o premiado 'A Mão Esquerda da Escuridão' e do 'Ciclo de Terramar', nasceu na Califórnia e publicou também poesia e literatura infantil

O Estado de S. Paulo

23 Janeiro 2018 | 23h10

Descrita pelo jornal The New York Times como a “maior escritora de ficção científica da América”, Ursula K. Le Guin morreu aos 88 anos, na segunda, 22, em sua casa em Portland. 

Seu filho, Theo Downes-Le Guin, confirmou a morte, mas não especificou a causa e disse que ela estava com problemas de saúde há vários meses.

Nascida na Califórnia, em 1929, foi com o livro A Mão Esquerda da Escuridão, de 1960, que ganhou dois dos mais importantes prêmios destinados à ficção científica, Hugo e Nebula.  

+++ 'Em tempos sombrios, as pessoas olham para escritores', afirma Ursula K. Le Guin

Autora do conhecido 'Ciclo de Terramar', Le Guin se dedicou a temas como feitiçaria e dragões, naves espaciais e conflitos planetários. Mas, mesmo quando seus protagonistas são do sexo masculino, eles não têm a atitude machista de tantos heróis de ficção científica e de fantasia.

De sua carreira fazem parte mais de 20 romances, como Duna, O Tormento das Trevas, além de livros de poesias e contos, literatura infantil e ensaios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.