Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Milton Hatoum, Silviano Santiago e Marçal Aquino participam de encontro

Programação do Itaú Cultural receberá, ainda, pesquisadores e professores de literatura brasileira de universidades estrangeiras

O Estado de S. Paulo

18 de novembro de 2014 | 17h43

Em seu 10.º aniversário, o Encontros de Interrogação muda de formato e extrapola as fronteiras do Itaú Cultural. Na noite desta terça-feira, dia 18, por exemplo, ele abre sua programação com uma homenagem, dentro da agenda da Balada Literária, a Jomard Muniz de Britto na Casa das Rosas. Entre quarta e sexta, os debates serão realizados na sede da instituição - e serão transmitidos ao vivo pela internet. 

Agora, os escritores convidados não discutem mais um tema preestabelecido pelos organizadores, mas podem falar sobre o que quiserem durante 15 minutos. Milton Hatoum, Lourenço Mutarelli, Bruna Beber, Michel Laub e Joca Reiners Terron são os convidados de quarta, das 16h às 18h30. No mesmo horário na quinta, estarão por lá Andréa del Fuego, Ronaldo Correia de Brito, Alice Ruiz, Marçal Aquino e Antonio Cicero. 

Também na quinta, às 19 horas, haverá o debate Curadoria em Literatura Hoje: Encontros ou Interrogações?, com Flávio Carneiro e os curadores do evento, Heloisa Buarque de Hollanda e Lourival Holanda. Às 20 horas, o crítico e escritor Silviano Santiago conversa com o público, num encontro mediado por Eduardo Sterzi.

Na sexta, escritores voltam ao palco para falar sobre suas questões. Para este encontro foram convidados Ivana Arruda Leite, Micheliny Verunschk, Raimundo Carrero e Cíntia Moscovich.

O evento será encerrado no sábado, às 21 horas, com o espetáculo Prisioneiro de Uma Canção, uma homenagem do dramaturgo Leo Lama ao pai Plínio Marcos (1935-1999), dentro da programação do Autores Em Cena.

Literatura brasileira no exterior. O Encontros de Interrogação não é o único evento literário a ser realizado pelo Itaú Cultura nesta semana. Professores, editores e jornalistas se reúnem em São Paulo entre quinta e sábado para debater a tarefa do tradutor e do editor, temas do primeiro dia da programação; a presença e a recepção da literatura brasileira, em pauta na sexta; e os impasses e promessas, conversa que encerra o encontro. 

Entre os convidados estão Michael Kegler (Alemanha), Julia Tomasini (Argentina), Paula Salnot (França), John O’Brien (EUA), Isabel Coutinho (Portugal), Carmen Villarino (Espanha), Luiz Ruffato, Cristovão Tezza e Beatriz Bracher. A programação é um desdobramento do Conexões Itaú Cultural, programa criado há seis anos pela instituição para acompanhar a presença da produção literária brasileira no exterior - sua divulgação, ensino e pesquisa.

Na sexta-feira, às 19h, será lançado o livro digital A Primeira Aula. A obra traz ensaios de 16 professores, entre os quais José Luiz Passos (Universidade da Califórnia), Michel Riaudel (Universidade de Poitiers), John Gledson (Universidade de Liverpool) e Ettore Finazzi Agró (Universidade de Roma), sobre a experiência de ensino de literatura brasileira fora do país. A organização é de Pedro Meira.

Casa das Rosas

Av. Paulista, 37

Itaú Cultural

Av. Paulista, 149

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.