Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Mia Couto apresenta novo romance em São Paulo

Com entrada gratuita e senhas distribuídas com antecedência, lançamento de 'Sombras da Água' terá, ainda, a presença do escritor Julián Fuks e das cantoras Fabiana Cozza e Lenna Bahule

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2016 | 04h00

O moçambicano Mia Couto, Prêmio Camões de 2013 e um dos escritores africanos mais queridos dos leitores brasileiros, está em São Paulo para o lançamento de Sombras da Água, romance histórico que continua a saga iniciada em 2015 com Mulheres de Cinzas.

A história se passa à época em que o sul de Moçambique era dominado por Ngungunyane, o último grande líder do Estado de Gaza, no fim do século 19. Alternando as vozes da africana Imani e do sargento português Germano de Melo, o autor apresenta duas visões de mundo muito diferentes, mas interligadas na trama.

Mia Couto autografa a obra nesta quarta-feira, 28, a partir das 20 horas, no Sesc Vila Mariana (Rua Pelotas, 141), em grande evento que vai comemorar os 30 anos da Companhia das Letras e celebrar um de seus principais autores.

Mas o escritor não estará sozinho no palco. Ao lado dele, o escritor Julián Fuks e as cantoras Fabiana Cozza e Lenna Bahule, convidados para ler trechos selecionados de seu novo livro. O encontro terá mediação pelo editor Luiz Schwarcz e os ingressos deverão ser retirados na rede Sesc, hoje, a partir das 14 horas – eles estão limitados a dois por pessoa.

Nascido em Beira, em 1955, Mia Couto é formado em biologia e ainda atua na profissão. Paralelamente a isso, desenvolveu sua carreira literária que, ao longo dos anos, o transformou em uma das principais vozes da literatura africana. Seu romance Terra Sonâmbula é considerado um dos 10 melhores livros africanos do século 20. Destaque, ainda, para O Último Voo do Flamingo, O Outro Pé da Sereia, Antes de Nascer o Mundo, Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra e o mais recente deles, Poemas Escolhidos – selecionados por ele mesmo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.