Tom MIx/Reuters
Tom MIx/Reuters

México quer proteger o legado do escritor Octavio Paz

País natal do autor dá início a processo para declarar a obra do ganhador dos prêmios Nobel e Cervantes como Monumento Artístico

EFE

07 Agosto 2018 | 21h45

México dá início ao processo para declarar o legado do escritor Octavio Paz, Prêmio Cervantes de 1981 e Nobel de Literatura de 1990, como Monumento Artístico, informou a secretária de Cultura María Cristina García Cepeda. Isso permitirá proteger “os documentos e acervos” de Paz (1914-1998), disse.

Octavio Paz empreende uma psicanálise ousada em Sor Juana Inés de la Cruz

“O legado de Octavio Paz não está em risco e vai permanecer em nosso país”, disse Cepeda, que confirmou que a secretaria pediu à Polícia Federal que proteja os imóveis relacionados ao escritor desde a morte de Marie-Jo, a viúva de Paz, em 26 de julho.

“Eu quero dizer que nós, através do Departamento Jurídico do Ministério da Cultura, estamos fazendo o trabalho notário para determinar se há ou não um testamento da sra. Marie-Jo”, explicou ele. “O governo do México age de acordo com a lei ao compromisso que o legado do nosso Prêmio Nobel merece”, afirmou García Cepeda.

Mais conteúdo sobre:
Octavio Paz literatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.