John Sibley/ Reuters
John Sibley/ Reuters

Meryl Streep e Benedict Cumberbatch leem livro infantil para iniciativa de caridade

O cineasta neozelandês Taika Waititi convocou alguns amigos de Hollywood confinados pelo coronavírus por videochamada para lerem o clássico 'James e o Pêssego Gigante', de Roald Dahl

Peter Graff, Reuters

19 de maio de 2020 | 07h50

O cineasta neozelandês Taika Waititi convocou alguns de seus amigos de Hollywood confinados pelo coronavírus por videochamada para lerem em suas salas de estar o clássico James e o Pêssego Gigante, de Roald Dahl, para uma iniciativa de caridade.

Waititi, diretor de Jojo Rabbit e Thor: Ragnarok, lê o livro infantil de 1961 do autor britânico enquanto seus amigos - incluindo Meryl Streep, Benedict Cumberbatch e Cate Blanchett-- participam dublando personagens e se divertindo.

Cynthia Erivo, Beanie Feldstein, Josh Gad, Mindy Kaling, Gordon Ramsay, Eddie Redmayne, Olivia Wilde, Ruth Wilson e Archie Yates são alguns dos demais participantes.

Em trailers divulgados nesta segunda-feira, Chris Hemsworth se gaba de sua "amabilidade" ao irmão Liam, astro de Jogos Vorazes, o que se acredita ser sua primeira atuação conjunta.

As vozes cômicas de Streep estão entre os destaques, e provocaram risadas em Cumberbatch. O romance será lido em 10 episódios, e os dois primeiros estão disponíveis a partir desta segunda-feira, 18, no canal de YouTube de Roald Dahl. Os fundos arrecadados irão para a Partners In Health, uma instituição de caridade de saúde materna de Serra Leoa.

 

Waititi, ganhador do Oscar, disse que ele mesmo é "uma criança adulta" que leu o livro muitas vezes para suas filhas.

O livro trata das aventuras de um órfão em um mundo mágico surreal dentro de um pêssego gigante, e Waititi diz que é a história perfeita para os tempos de confinamento.

"Esta história doida e maravilhosa diz respeito à resistência das crianças, ao triunfo sobre a adversidade e a se lidar com a sensação de isolamento, o que não poderia ser mais relevante hoje."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.