Reprodução
Reprodução

Manuscrito sobre o rei Artur é vendido por US$ 3,7 milhões

Leilão ocorreu na Sotheby's de Londres; valor da obra ultrapassou estimativa de preço do catálogo

Efe,

07 de dezembro de 2010 | 17h12

O primeiro manuscrito medieval que narra de forma extensa as lendas do rei Artur, o mago Merlin, os cavaleiros da Távola Redonda, Lancelot e o Santo Graal foram leiloados nesta terça-feira, 7, na casa Sotheby's de Londres por 2,4 milhões de libras (US$ 3,7 milhões).

 

Com este resultado, a obra, posta a venda por Joost R. Ritman para benefício da Biblioteca Filosófica Hermética (Amsterdam), superou seu preço máximo estimado no catálogo, que estava entre 1,5 e 2 milhões de libras.

 

O lance pelo Grial de Rochefoucauld (século XIV) aconteceu na parte de Manuscritos e Miniaturas Ocidentais da Sotheby's.

 

Se trata do maior romance de cavalaria escrito na Idade Média e seus temas - amizade, traição, ambição, exploração e amores trágicos - foram a base de boa parte da literatura moderna.

 

O Grial de Rochefoucauld impressiona também pelo seu volume, já que para produzir as folhas do pergaminho que formam os três tomos monumentais calcula-se que tenha sido preciso a pele de duzentas vacas.

 

Cada uma das 107 ilustrações que acompanha o texto tem a maestria de uma obra de arte.

Os três volumes chegaram ao mercado no começo do século XVIII quando foram comprados por Sir Thomas Phillips (morto em 1872), possivelmente o mais importante colecionador moderno de manuscritos medievais, e desde então mudou duas vezes de mãos particulares.

Tudo o que sabemos sobre:
rei ArturmanuscritoSotheby's

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.