EFE/Neil Hall
EFE/Neil Hall

Man Booker Prize 2018 anuncia lista de seis finalistas

Anna Burns, Esi Edugyan, Daisy Johnson, Rachel Kushner, Richard Powers e Robin Robertson são os seis autores da shortlist do prêmio, um dos principais em língua inglesa

O Estado de S. Paulo

20 Setembro 2018 | 09h52

Os finalistas do Man Booker Prize 2018 foram anunciados nesta quinta-feira, 20, na Inglaterra. Anna Burns, Esi Edugyan, Daisy Johnson, Rachel Kushner, Richard Powers e Robin Robertson são os seis autores da shortlist do prêmio, um dos principais em língua inglesa, que paga um valor de 50 mil libras.

A lista, que inclui quatro mulheres e dois homens, cobre uma gama ampla de temas, que vão de um escravo de 11 anos em fuga de uma plantação de cana de Barbados, para um veterano do Dia D vivendo com stress pós-traumático.

O Man Booker Prize é aberto para escritores de todas as nacionalidades escrevendo em inglês e publicados no Reino Unido e Irlanda. Este ano, são três escritores do Reino Unido, dois dos Estados Unidos e um do Canadá.

Dois romances de editoras independentes, Faber & Faber e Serpent's Tail, estão na lista, bem como três da Penguin Random House e um do selo Picador, da Pan Macmillan.

A lista foi anunciada em uma coletiva de imprensa na sede do Man Group, patrocinador do prêmio. O vencedor será anunciado no dia 16 de outubro.

Agraciado desde 1969, o Man Booker Prize já premiou nomes como Salman Rushdie, Hilary Mantel, Iris Murdoch e Ian McEwan.

Veja a lista de finalistas do Man Booker Prize 2018:

Anna Burns (Reino Unido), Milkman (Faber & Faber)

Esi Edugyan (Canadá), Washington Black (Serpent’s Tail)

Daisy Johnson (Reino Unido), Everything Under (Jonathan Cape)

Rachel Kushner (EUA), The Mars Room (Jonathan Cape)

Richard Powers (EUA), The Overstory (William Heinemann)

Robin Robertson (Reino Unido), The Long Take (Picador)

Mais conteúdo sobre:
Man Booker Prizeliteratura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.