Nelson Toledo/Estadão
Nelson Toledo/Estadão

Luis S. Krauz lança 'Outro Lugar' e 'O Livro da Imitação e do Esquecimento'

Professor da USP e romancista premiado, ele autografa suas obras na Saraiva no Shopping Higienópolis nesta terça-feira, 17

Redação, O Estado de S. Paulo

17 Outubro 2017 | 14h55

Luis S. Krausz, professor de literatura hebraica e judaica na USP e escritor com um dos projetos literários mais consistentes e premiados do País, lança nesta terça-feira, 17, dois romances na Livraria Saraiva do Shopping Higienópolis (Av. Higienópolis, 618).

Outro Lugar (Cepe), vencedor do Prêmio Pernambuco de Literatura, traz um narrador que, em meados da década de 1980, deixa o Brasil e parte para Nova York. O livro é construído por meio de uma enxurrada de palavras que buscam levar seu protagonista em uma viagem incerta, mas “com a alegria de quem, em tempos de desconsolo, encontra, inesperadamente, sua oportunidade para sair dos pântanos de um marasmo desalentador”. 

Nesta viagem, o personagem dá prosseguimento ao processo diaspórico no qual já se encontrava inserido de antemão – embora paulistano, descende de judeus do leste que se viram obrigados a emigrar em função do antissemitismo, das agressões e da escalada nazista.

O Livro da Imitação e do Esquecimento acompanha o reservado e obstinado professor Manfred Braunfels, um historiador alemão radicado em São Paulo. Professor na Universidade de São Paulo, ele está empenhado há anos em uma pesquisa a respeito da vida dos escravos na Palestina sob o domínio romano. Ele quer escrever uma obra sobre o assunto que se torne consagrada na área. Porém, seu maior temor é que o livro, depois de pronto, acabe perdido nas prateleiras das livrarias. 

Assim, em meio a seus estudos, o professor Braunfels faz inúmeras digressões a respeito da diferença entre as obras que se tornam clássicas e as que acabam caindo no esquecimento. 

Nascido em São Paulo em 1961, Luis S. Krausz é autor de obras de ficção e não ficção, entre as quais Santuários HeterodoxosDesterro: Memórias em Ruínas e dos premiados Deserto (Prêmio Benvirá) e Bazar Paraná (2º lugar no Jabuti).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.