Junji Ito
Junji Ito

Junji Ito, mestre do terror japonês, participará da Bienal do Livro do Rio

Mesa com Junji Ito irá abrir um diálogo investigativo do corpo de trabalho, trajetória e das motivações artísticas do célebre autor

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2021 | 20h00

A participação do artista japonês Junji Ito na XX Bienal do Livro Rio ganhou detalhes nesta quarta-feira, 10. O mais importante nome contemporâneo do terror de histórias de quadrinhos participará, de forma online, no dia 06 de dezembro, segunda, às 10h.

A mesa abre um diálogo investigativo do corpo de trabalho, trajetória e das motivações artísticas do célebre autor, que escreveu premiadas histórias mergulhadas no medo e na psiquê mais deturpada da humanidade.

A princípio, o artista desenhava e escrevia mangás como um hobby, já que trabalhava na área de odontologia na década de 1980. Fã do mestre de horror do Kazuo Umezu, ele enviou em 1987 um conto para a Monthly Halloween e ganhou uma menção honrosa no Kazuo Umezu Prize, onde o próprio Umezu estava presente como um dos juízes.

Desde então, Junji Ito se destaca não só pela sua narrativa amedrontadora, mas também pelos seus desenhos gráficos repletos de bizarrices e violência. 

Dentre seus principais trabalhos estão Fragmentos do Horror, Uzumaki, Tomie, Gyo e Frankenstein.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.