Gary Cameron/ Reuters
Gary Cameron/ Reuters

Homem que perdeu as pernas no atentado de Boston vê Obama e escreve livro

O livro de memórias de Jeff, 'Stronger' (mais forte), relembra o ataque de 15 de abril de 2013

Daniel Lovering, Reuters

29 Janeiro 2014 | 19h33

Jeff Bauman se tornou um símbolo de uma tragédia nacional depois que uma foto dele, sem pernas e ensanguentado em uma cadeira de rodas no local do atentado na Maratona de Boston, circulou pelo mundo.

Agora ele está se transformando em um símbolo de resiliência: aprendendo novamente a andar, aparecendo em destaque no discurso do Estado da União, do presidente Barack Obama, e escrevendo suas memórias.

Bauman, que perdeu parte de ambas as pernas até acima dos joelhos, estava entre os convidados da primeira-dama Michele Obama no discurso do Estado da União, na terça-feira à noite, com Carlos Arredondo, o homem que usava um chapéu de caubói branco e ajudava Bauman, na icônica foto.

O livro de memórias de Bauman, Stronger (mais forte), relembra o ataque de 15 de abril de 2013 e sua recuperação nos meses seguintes, disse Caitlin Mulrooney-Lyski, porta-voz do editor. A obra foi redigida em conjunto com Bret Witter e será lançada antes do primeiro aniversário do atentado.

Mais conteúdo sobre:
LIVROHOMEMATENTADOBOSTON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.