Nós Transatlânticos
Nós Transatlânticos

Historiador João José Reis vence o Prêmio Machado de Assis

Academia Brasileira de Letras anunciou o prêmio para o historiador, que é referência no estudo da escravidão do século 19, nesta quinta-feira, 29

Redação, O Estado de S. Paulo

29 de junho de 2017 | 19h39

O historiador baiano João José Reis, considerado referência mundial para o estudo da História e da escravidão no século 19 no Brasil, é o vencedor do Prêmio Machado de Assis, concedido anualmente pela Academia Brasileira de Letras a um intelectual pelo conjunto da obra. Reis ganhou R$ 100 mil.

A entrega será feita no Salão Nobre do Petit Trianon, no dia 20 de julho, durante as comemorações pelos 12 anos da fundação da ABL.

Formado em História pela Universidade Católica de Salvador, João José Reis tem mestrado e doutorado pela Universidade de Minnesota e diversos pós-doutorados, que incluem a Universidade de Londres, o Center for Advanced Studies in the Behavioral Sciences, da Universidade de Stanford, e o National Humanities Center. Também foi professor visitante das seguintes universidades: Universidade de Michigan, Universidade Brandeis, Universidade de Princeton, Universidade do Texas e Universidade de Harvard.

Atualmente é professor titular do departamento de História da Universidade Federal da Bahia. Autor de diversos livros publicados, ele ganhou o Jabuti com A Morte é Uma Festa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.